quinta-feira, 25 de outubro de 2007

A SUL-AMERICANA ASSUSTA por Rodrigo Curty

Meus caros, o que dizer dessa eliminação do São Paulo na Copa Sul-Americana para o modesto time do Millonarios da Colômbia, apenas o 13º do campeonato colombiano e que não vê um título desde 1988 e que em sua história conta com apenas 13 títulos.

Justiça seja feita ao tricolor que teve uma longa viagem, está com o time cansado da maratona de jogos no ano, para se ter idéia esse foi o de número 67 numa maratona de 73 a ser realizado.

Mas se no Brasileiro o tricolor não vê nenhum time a altura de seu planejamento, estrutura, emocional e pés no chão, na Sul-Americana as coisas se complicaram e talvez tenha uma explicação para isso.

Nesses 67 jogos realizados até o momento, somente sete clubes conseguiram a proeza de “furar” a muralha tricolor por mais de dois gols, foram eles: Marília, América SP, Paulista, São Caetano, todos pelo campeonato paulista. Audax Italiano, Necaxa e Grêmio, na Libertadores da América e Figueirense, Boca Jr e Millonarios pela Sul-Americana, percebe-se o problema?

Essa competição de pouco interesse dos times brasileiros foi à pedra no sapato do São Paulo no ano. O que se pergunta é como um time que é considerado por muitos, e não pelo próprio clube como o melhor do Brasil e um dos melhores do mundo, ter sido eliminado de forma precoce já que pode utilizar a força máxima, uma vez que o Brasileirão está praticamente garantido?

De qualquer forma pode-se considerar positiva a campanha do São Paulo no ano, mesmo conquistado apenas o Brasileirão? Convenhamos que dos times brasileiros, qual outro que ganhou um título importante no ano? Grêmio foi vice na Libertadores, não teremos um campeão sul-americano, os estaduais nem vamos considerar, então o título nacional é sim bem vindo aos tricolores que assim como o Flamengo se torna o maior conquistador de brasileirões.