quinta-feira, 29 de novembro de 2007

A ÚLTIMA CARTADA - por Rodrigo Curty

Esse domingo rola a última rodada do campeonato brasileiro de 2007. A agonia da rodada vai ficar por conta dos jogos que envolvem Corinthians, Goiás e Paraná.

Ontem a torcida do timão fez a sua parte, cantou o tempo inteiro, não deixou de acreditar e não vaiou nem quando levou o gol do Vasco. O problema talvez tenha sido a ansiedade dos comandados pelo técnico Nelsinho Baptista. Faltou o finalizador com frieza, faltou Finazzi!!

Vale enaltecer esse comportamento e dizer que após o jogo, o expressão de desespero e tristeza profunda presente no estádio do Pacaembú era notável. Agora só a vitória interessa para não depender de ninguém.

A situação só não foi pior porque o Goiás levou uma goleada no Mineirão. O Galo de Leão fez a sua parte pelo Corinthians e claro por ele. O time está há nove jogos sem derrota e praticamente na Copa Sul-Americana de 2008.

Sobre a próxima rodada não seria loucura em afirmar que praticamente o Brasil inteiro vai ficar ligado na dupla Gre-Nal. Os grandes do sul literalmente vão decidir quem cai e quem vai para Libertadores em 2008.

O primeiro, o time do Grêmio ainda sonha com uma das vagas na taça Libertadores. Para isso vai precisar vencer o Corinthians e torcer por tropeços de Palmeiras e Cruzeiro. Tarefa difícil, mas por lá quando a torcida se lembra da histórica batalha dos Aflitos, tudo é possível. O timão por sua vez, precisa da vitória para não depender de ninguém e passar um bom Natal e Ano Novo.

O Goiás teoricamente terá uma partida menos complicada. Enfrenta o Inter RS, vice-campeão do campeonato de 2005 no Serra Dourada. O tremor do corinthiano é exatamente esse – o Inter que não engoliu até hoje a perda daquele campeonato. Para muitos o colorado deve entregar a partida domingo e assim se vingar. Eu prefiro acreditar no profissionalismo dos jogadores. Não será um jogo fácil.

Um clube que corre por fora é o Paraná. O time paranista encara em São Januário o Vasco. O time precisa da vitória e também torcer pelos tropeços de Corinthians e Goiás. Dessa forma em 2008 segue na elite, e empurra os dois para segundona.

Quem diria que corinthianos, esmeraldinos e paranistas sofreriam até o final e que Cruzeiro, Palmeiras e Grêmio, esperariam até o fim para saber se disputam o principal torneio sul-americano.

Vamos torcer para quem em 2008 o campeonato possa trazer as mesmas emoções, menos violência, erros de arbitragem e claro a massa presente em bons estádios.