sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

SÓ PRÁ VARIAR - por Rodrigo Curty

Mal começou o ano e o técnico Emerson Leão já causa polêmicas na Vila Belmiro. Dessa vez o alvo foi um antigo desafeto – Vanderlei Luxemburgo.

As queixas se referem principalmente no que foi encontrado no departamento médico do clube. O técnico reclama que não foi encontrado nenhum relatório dos testes e exames realizados nos jogadores nos últimos anos.

Outra reclamação de Leão na reapresentação do Peixe foi referente ao problema encontrado no Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol). Tudo porque não foram encontrados alguns aparelhos e outros estavam quebrados.

Leão ficou surpreso ao encontrar uma fraca composição na Vila, clube que de acordo com ele, se dizia com uma estrutura invejável e onde tudo era perfeito.

Quem não gostou nada disso e não ficou calado foi o fisioterapeuta Nilton Petrone – o Filé, hoje também presente na nova comissão técnica do Palmeiras.

Petrone confirmou que ao deixar o time do Santos retirou os aparelhos por entender que eram seus. O fisioterapeuta na época fez uma parceria com uma empresa para colocação da aparelhagem na Vila.

Petrone afirmou também que o ex-gerente de futebol do Santos, Luiz Henrique, sabia que os mesmos seriam retirados, e que tudo não passa de sucata. Finalizou ao dizer que se Leão conhecesse do negócio, não faria certo comentário que a Vila sofre de estrutura.

Leão tem tudo para fazer um bom trabalho à frente da Vila, claro que não é todo dia que aparece uma safra como a de 2002, quando surgiram Alex, Robinho, Diego, Elano, Renato, entre outros...mas se começar nessa negatividade, o ano promete ser quente na baixada.