quarta-feira, 7 de maio de 2008

UMA QUARTA-FEIRA AGITADA - Por Rodrigo Curty

A rodada de quarta-feira não foi como corinthianos e tricolores imaginavam. De qualquer maneira, uma vitória sempre é bem comemorada.

O Fluminense pela Libertadores da América, conseguiu uma magra vitória de 1x0, sobre o Atlético Nacional, da Colômbia, jogando no Maracanã. Com gol de Roger, que substitui Thiago Silva, machucado avançou para as quartas. É um feito histórico. Agora é aguardar o São Paulo ou o outro Nacional, o do Uruguai. Quem também avançou para próxima fase foi a surpreendente equipe da LDU,do Equador, e o Atlas, do México. Detalhe: Caíram dois argentinos – Estudiantes e Lanús.

Pela Copa do Brasil, o Corinthians teve bastante dificuldade para furar a defesa do São Caetano. Mesmo com um homem a mais, a vitória veio apenas nos minutos finais. O destaque do jogo foi a dupla Dentinho e Herrera, esse autor dos dois gols da vitória de 2x1. Um empate coloca o timão nas semifinais e perto do sonho de disputar mais uma Libertadores.

Hoje a bola rola mais uma vez nos dois torneios. Vamos a eles:

Pela Copa do Brasil, um grande jogo no Beira-Rio. Inter e Sport, medem forças. Muito se comenta que o Colorado é um sério candidato a Libertadores, mas o Sport já mostrou do que é capaz, mesmo jogando fora. Em São Januário, o destaque é o retorno de Leandro Amaral, aos gramados, e ao Vasco. Será que terá vaia pra ele? Se marcar gols, tudo será esquecido.Mas o Corinthians, de Alagoas, quer continuar fazendo história.

Na Libertadores, o São Paulo quer de uma vez por todas mostrar a sua força. Com uma simples vitória, o tricolor avança e encara o Fluminense. O problema é que sua principal arma, o meia Jorge Wagner está fora. Promessa de bom jogo. O Nacional promete ir pra cima e buscar um gol no início, para assim, jogar no contra-ataque, porém se levar o gol, deve ter goleada, no Morumbi.

O Flamengo encara o América, do México, podendo perder por até 2x0. Mas a torcida que não deve lotar, também pudera, haja dinheiro, quer uma vitória na despedida de Joel Santana. Deve ser um bom jogo. Quem vencer encara o vencedor de Cúcuta e Santos, nas quartas.

O Cruzeiro, dos times brasileiros, é a que tem a parada mais indigesta. Mesmo embalado pelo caneco mineiro, e jogando no Mineirão, pegar o Boca Jr é sempre complicado. Mas não me surpreenderia se a Argentina ficasse sem mais um representante nas quartas. Seria ótimo para os brasileiros.

Bons jogos e até amanhã!!