terça-feira, 3 de junho de 2008

RESSACA DA FESTA - por Diego Senra

Todos aqueles que rodam o mundo com a temporada de Formula 1 sabem que o GP de Mônaco é o último dos que ainda mantém aquele clima de festa e glamour de outrora. Mas como todos vocês acompanharam aqui na semana passada, a ultima prova lá foi uma daquelas inesquecíveis e deixou muitos pilotos de cabeça cheia por alguns dias, com uma ressaca daquelas.

Começando por Felipe Massa, que mesmo indo pro pódio em terceiro, sentia um gosto amargo de derrota, pois após dominar os treinos e fazer a pole-position, sentiu a vitória escapar por seus dedos. De tal forma que a Ferrari teve que vir se desculpar publicamente com Massa através do seu presidente e de seu diretor esportivo, coisa rara no time italiano.

A ressaca na Ferrari não era só do lado de Massa. Raikkonen fez uma corrida daquelas dignas de serem esquecidas, como aquelas mulheres que merecem ser esquecidas depois de muita bebida. Ou como o mesmo definiu: Corrida totalmente horrível. O mesmo Raikkonen que, após Mônaco, disse que pode se aposentar no fim do contrato em 2009, para sair no auge a lá Justine Henin. O alemão Nico Rosberg também deu uma “panca” daquelas nos muros de Mônaco e acordou na segunda-feira internado no Hospital para exames e dois Voltarens de rotina.

Mas, pelo volume de conseqüências e rumores, o pior ficou mesmo para Nelsinho Piquet. Após os rumores que ele não duraria mais três provas no cockpit da Renault, todos envolvidos na equipe se prontificaram a trazer uma Eparema moral, como o presidente mundial da Renault, o brasileiro Carlos Ghosn e o todo-poderoso Flavio Briatore, ressaltando seu talento e garantindo Piquetzinho até o final da temporada, para que ele mostre seu potencial. Montreal é a próxima prova e infelizmente mais uma vez num circuito que ele não conhece. Mas verdade seja dita, a pressão nele só se explica pelo sobrenome. Só para lembrar, o pai famoso e tricampeão só marcou seu primeiro ponto na 21ª corrida da carreira. Pessoalmente acho que o Nelsinho fica até o fim da temporada, mas não vai ter toda essa moleza de 21 corridas do pai. Não mesmo.

Continuando, chegamos à Montreal

Nesse fim de semana teremos o GP do Canadá em Montreal. Circuito de média-alta, era sempre uma corrida esperada por ser disputada numa época de chuvas. Para evitá-las, mudaram a data da corrida e mesmo assim a chuva às vezes surpreende no Autódromo Gilles Villeneuve. Em condições normais, volta a ser uma pista sob encomenda para a força dos motores Ferrari e deve confirmar a boa fase de Felipe Massa.

Olha como as coisas são por aí

Enquanto várias cidades do mundo investem milhões em estrutura, novos autódromos e tudo mais para receber uma prova da temporada de F1, em Valencia (na Espanha) centenas de manifestantes protestaram contra as obras no circuito local. Além de reclamarem do forte impacto ambiental e ausência de projeto urbanístico, a preocupação era com o uso de verbas públicas para o evento, já que a cidade tinha inúmeros problemas que afetam muito mais diretamente sua população. Imagina se essa moda pega por aqui??

E dizem que sobrenome não diz nada...

Marco Andretti, filho de Marco e neto de Mario, cravou a pole-position para o GP de Milwaukee, disputado no domingo passado e se tornou o mais jovem piloto da história da IRL a abrir o grid. Na corrida, não deu sorte e se envolveu num acidente com mais 3 carros à 3 voltas do final, abrindo caminho para a vitória de Ryan Briscoe, que comemorou sua 1ª vitória no ano e a 300ª. da equipe Penske, uma das principais da IRL. Scott Dixon lidera o campeonato, seguido por Helio Castro Neves e Dan Wheldon.

Aposta da Semana

Na semana passada eu acertei 100% dos finalistas da Copa do Brasil. Essa semana, se não chover, vou cravar a trifeta em Montreal com Massa, Raikkonen e Kubica. Se chover, nem o Papa acerta. Deixe seu palpite você também! Abraço e Boa semana!
Diego Senra é o colunista de automobilismo do EA! e escreve todas as terçs-feiras.
Foto: Globo.com