sexta-feira, 27 de junho de 2008

SIEMPRE TU PAIS - por Gustavo Cavalheiro

Fiquei positivamente impressionado com a seleção de Moncho Monsalve no seu primeiro amistoso de preparação para classificação a Pequim.

De fato a Venezuela não é um adversário que necesite muita bola pra se bater, mas o que mudou claramente na seleção brasileira de basquete masculina e pode ser visto facilmente ontem, foi a atenção na defesa, controle do tempo de posse de bola e VONTADE de estar com a camisa do Brasil em quadra.
De saída, no hino nacional brasileiro, Moncho acompanhou com a mão no peito numa atitude politicamente correta, pode ser até malandra do espanhol, mas no fim do jogo ele disse (em espanhol) a frase que entitulei a coluna: SIEMPRE TU PAIS! (Sempre o seu país). Isso que faltava, atletas que estivessem ali, SEMPRE PELO SEU PAÍS.

O time saiu com o quinteto: JP Batista, Tiago Splitter, Marcelinho Huertas, Marcelinho e Alex. Creio que só JP não está garantido na estréia do Pré-olímpico de Acrópolis (GRE). Marcelinho Huertas, Marcelinho (100% nas bolas de 3pts) e Splitter (melhorou muito o aproveitamento de lances livres) estão em ótima fase e é uma pena que o resto do elenco não tenha a mesma capacidade técnica que eles para garantir nossa vaga. Varejão, Nenê e Leandrinho cairíam muito bem nesse time, mas estes parecem não jogar SEMPRE PELO SEU PAÍS.
O time canarinho vai ter de suar muito na Grécia para chegar a Pequim, mas eu gostaria muito de vê-los na Olimpíada, pois pelo que parece, precisávamos de um estrangeiro pra nos ensinar o que é ser brasileiro.
Moncho começou com pé direito. Boa sorte Brasil!


Brasil 97 x 68 Venezuela: 27 de junho de 2008
BRASIL (27 + 19 + 24 + 25 = 97)
Marcelo Huertas (8pts), Alex Garcia (8), Marcelinho Machado (17), João Paulo (6) e Tiago Splitter (20 e 10 rebotes). Depois: Rafael “Baby” (2 e 7 rebotes), Tavernari (9), Fúlvio (10), Duda (4), Murilo (7), Marcus (0) e Ricardo (6). Técnico: Moncho Monsalve.

VENEZUELA (19 + 15 + 15 + 20 = 69)
Centeno (2pts), Torres (12), Sucre (3), Vargas (11) e Marriaga (2). Depois: Perez (5), Cedeño (10), Osório (1), Guevara (4), Bethelmi (10), Luis Júlio (5) e Marin (4). Técnico: Nelson Solorzano.

Hoje: Sexta-feira (dia 27)
18h30 : Jogo 2 Desafio Eletrobrás
Brasil x Venezuela – Ginásio do Maracanãzinho Entrada franca. (SPORTV – Ao vivo)
Árbitros: Cristiano Maranho (SC), Fernando Serpa (RS) e Vander Lobosco Jr (RJ)
Comissário FIBA: Geraldo Fontana
Foto: CBB