sexta-feira, 11 de julho de 2008

E A BOLA ROLA LONGE DE PEQUIM - por Gustavo Cavalheiro

Muitos já sabem do meu desprezo à política da FIFA junto ao COI para não deixar o torneio olímpico masculino forte. Convenhamos, fazer um torneio sub-23 não é justo nem com o Futebol, muito menos com a grandeza dos Jogos Olímpicos. Isto posto, eu defendo há anos a inclusão do Futsal e/ou Futebol de Areia no programa olímpico para a retirada do futebol de campo.
Sim, eu sei que seria uma medida extrema, mas garanto que seria muito mais lógico para o atual panorama político do COI , além de mais meritoso no ponto de vista esportivo, que simplesmente fazer um "torneiozinho male-male". Se a "Dona Fifa" tem medo de gerar concorrência de 4 em 4 anos com seu esporte no bolso de outrem, ela que tome vergonha na cara e assuma que não quer mais o "seu filé em prato alheio e pare de nos servir essa carne de segunda".
Vamos pensar:
O Futsal é uma modalidade com mais de 60 anos, é praticado por muitos países em todos os continentes e desde 1989 organiza seus mundiais sob a chancela da FIFA.
Durante os Jogos Olímpicos, o Futsal poderia utilizar a instalação destinada ao Handebol para a disputa do seu torneio. Não é necessário dizer que os países levariam seus melhores jogadores para a disputa dessa medalha.

Por sua vez, o Futebol de Areia (Beach Soccer) é o irmão mais novo da "Família Fifa", foi organizado a partir de 1992 por brasileiros interessados em cobrir um espaço vago na grade da Tv Globo durante o período de verão e férias do futebol de campo e foi oficializado em 2004 pela FIFA, que passou a organizar anualmente o Mundial a partir de 2005.

Para os Jogos Olímpicos o principal ponto a favor está em poder contar com a infra-estrutura da Arena de Vôlei de Praia para a disputa, mas o ponto negativo está na falta de divulgação do esporte em muitos continentes.
Nos bastidores do COI, dizem que muitos esportes temem a concorrência dos vários tipos de futebol, mas é inegável que o Vôlei de Praia abriu um precedente para esses e muitos outros esportes derivados dos tradicionais.


Mundial de Futebol de Areia 2008

Na próxima quinta-feira começa o IV Mundial FIFA de Futebol de Areia, em Marselha na França. Para se ter uma idéia, o representante da Oceania (Ilhas Salomão) não precisou passar por uma eliminatória e foi garantido no torneio devido aos seus resultados nos torneios mundiais dos anos anteriores (ficar em último do grupo por dois anos seguindos). Na verdade esta foi uma forma de mascarar uma classificação por W.O. por falta de equipes na região após a saída da Austrália para a confederação Asiática.

Mesmo assim, o Esporte Acontece! apresenta um panorama deste torneio e aponta como estão divididos os grupos na primeira fase:

A - Argentina (vice-Conmebol); França (País sede); México (campeão-Concacaf e vice-Mundial) e El Salvador (vice-Concacaf).
Pode ser considerado o "Grupo da Morte" pelo nível equilibrado dos quatro times e a força da torcida local ao time francês, mas acredito na classificação de Argentina e México (desde que a arbitragem não dê uma forcinha caseira pra França na disputa da segunda vaga deste grupo)

B - Brasil (Campeão Mundial e Conmebol); Irã ; Portugal e Ilhas Salomão.
O Irã está crescendo no esporte, mas não é páreo para Brasil e Portugal que disputarão o primeiro lugar do grupo e o cruzamento mais fácil na segunda fase.

C - Camarões; Itália; Rússia e Emirados Árabes Unidos (Campeão Asiático).
A Itália conta com jogadores brasileiros naturalizados e é a grnde favorita deste grupo, acredito que possa ter a famosa zebra na classificação dos Emirados Árabes como segundos deste grupo, pois eles estão em boa fase e apresentaram um futebol de garra e vontade até os últimos segundos nos jogos da eliminatória asiática deste ano.

D - Espanha (campeã-européia); Japão (vice-Asiático); Senegal (campeão-Africano) e Uruguai.
Espanha e Uruguai devem "nadar de braçada" neste grupo e só uma tragédia tira a vaga de um dos dois.
Classificam-se dois em cada grupo e depois os jogos se tornam eliminatórios no estilo mata-mata até a final em 27 de Julho.

Para não dizer que passamos em branco, informo que saiu o sorteio dos grupos do Mundial de Futsal, mas a análise deste torneio eu deixarei para mais próximo do pontapé inicial, quando o EA! apresentará uma cobertura completa dos jogos, times e dos "brasileiros de todo mundo" que estarão em quadra.

Pequim está chegando e mesmo contra a política da FIFA, vamos Brasil!
Ouro no feminino e se possível um time em vez de um bando de jogadores no masculino. É tudo que eu espero!!!