segunda-feira, 14 de julho de 2008

UMA RODADA CLÁSSICA - Por Rodrigo Curty

O Campeonato Brasileiro, da Série A, segue a toda. Foram quatro clássicos na 11ª rodada que ficou devendo no número de gols, mas que sobrou em emoções.

No sábado, o Fluminense levou um susto contra o surpreendente Vitória, no Maracanã. Dodô, no início perdeu um pênalti. O Rubro-Negro perdia chances, Ricardo Berna, pegava tudo. No segundo tempo, não teve jeito, Marquinhos fez 1x0. Mesmo perdendo, a equipe de Renato, teve força e humildade para virar o jogo para 2x1. É a segunda vitória seguida. Será que decola?

Em Goiânia, Goiás e Coritiba não passaram de um empate de 2x2. Resultado justo pelo jogo fraco tecnicamente. Os dois devem abrir os olhos.

A rodada de domingo foi excelente para o São Paulo. Depois de resultados negativos, o time de Muricy, derrotou o rival Palmeiras, totalmente apático, por 2x1, e se aproximou do chamado G4. Será que o tricolor finalmente brigará pelo título? E Luxemburgo, conseguirá fazer o verdão voltar a vencer? Nas últimas três partidas, foram 2 empates e 1 derrota.

No Mineirão, o Galo começou muito bem à partida. Perdia chances, atrás de chances, até que, após erro da zaga do Cruzeiro, que parece não se acertar, Danilinho levantou a torcida alvinegra que teve pouco tempo para comemorar. Em seguida, Thiago Martinelli, empatou, com um belo gol. Na etapa final, o jogo seguiu equilibrado, mas aos 47’, Ramirez decretou o resultado positivo para o Cruzeiro.

Perto de Belo Horizonte, o Ipatinga foi surpreendido e acabou derrotado por 1x0, pelo Figueirense, que conseguiu mais uma vez um bom resultado, fora de casa. Novamente Cleiton Xavier fez a festa alvinegra.

Na antes temida Arena da Baixada, o Furacão não passou de um empate contra o Inter. O resultado de 1x1 foi ruim para os dois.

No Recife, o Náutico não teve a mesma atuação contra o São Paulo, e perdeu para o grande rival Sport, no clássico pernambucano. Os torcedores presentes no estádio dos Aflitos se renderam, aos gols de Carlinhos Bala e Durval. O time sai aos poucos da zona de perigo. O Timbu se afasta do G4.

Na Vila Belmiro, o reencontro de Cuca com o Botafogo quase termina mal. O time carioca abriu 2x0, perdia gols e mais gols e acabou castigado. Justamente com dois gols do atacante Kléber Pereira, que começou no banco. Ambos precisam melhorar.

No Olímpico, o Grêmio conseguiu virar o jogo contra a Portuguesa que se deu ao luxo de perder gols e não definiu a partida. Foi à terceira derrota seguida da Lusa. Bom para o tricolor que com dois gols do atacante Marcel, se manteve perto do Flamengo.

E por falar em Flamengo, o rubro-negro, segue firme na liderança. A diferença de cinco pontos foi mantida, graças a vitória tranqüila de 3x1, sobre o rival Vasco. O destaque no Maracanã foi à presença dos presidentes Roberto Dinamite e Márcio Braga, assistindo o clássico juntos. Essa moda da Europa poderia pegar, no restante do país, afinal é uma demonstração de respeito e cidadania.

Hoje, Caio Junior deve definir seu futuro – Ficar na Gávea ou voar para o Qatar. Aguarde!!

Uma ótima semana a todos.