segunda-feira, 4 de agosto de 2008

TRICOLOR FIRME NA LIDERANÇA - Por Rodrigo Curty

O final do primeiro turno do Brasileirão da Série A está no fim. Agora faltam duas rodadas e muita coisa pode mudar.

Nesse final de semana a surpresa foi à derrota da dupla Fla x Flu e também a do Santos, ambos em casa. Vamos dar uma passada na 17ª rodada.

No sábado o Fluminense que segue desesperado na penúltima colocação voltou a tropeçar. O algoz desta vez foi o Internacional, ou melhor, Nilmar. Debaixo de vaias e questionamento, a vida de Renato Gaúcho, não é mais um mar de rosas. O resultado de 2x1 deixa uma dúvida na diretoria - Renato deve permanecer? É aguardar os dois jogos finais do turno.

Outro que não engrena no comando é Pintado. O Náutico perde pontos preciosos em casa. Depois da vitória do São Paulo o time conseguiu apenas um ponto. São sete jogos sem vencer. Já o Figueirense surpreende com a boa campanha.

O Goiás derrotou bem a Lusa. Venceu por 4x0 e convenceu. Segue respirando. Quarta tem o problemático Flamengo pela frente e precisará dos pontos.

Na rodada de domingo, o Palmeiras chegou ao terceiro lugar com 31 pontos. Mesmo sem uma grande exibição, venceu o lanterna Ipatinga por 2x1 com dois gols de Valdivia. Tudo indica que a paz entre o chileno e Luxa voltou ao normal.

No Olímpico quem manda é o Grêmio. Com o triunfo de 2x0 sobre o Vitória, o tricolor gaúcho segue firme na liderança com 35 pontos. Muitos duvidam que se mantenha até o fim. É aguardar para ver. A força do seu estádio e de sua torcida também fazem a diferença.

Quem aguarda desesperadamente uma vitória é o torcedor do Flamengo. O rubro-negro segue mal das pernas. Sem vencer há seis jogos, a crise bate à porta. Pela primeira vez o time saiu do G4. Agora é a hora de mostrar que tem elenco para resistir também aos fracassos. Já o Cruzeiro mostra a sua regularidade. Hoje com 32 pontos, graças à virada de 2x1, conquistada no Maracanã, o time de Adílson Batista deve permanecer até o fim entre os quatro melhores do Campeonato Brasileiro.

No Morumbi, o torcedor do São Paulo, finalmente pode comemorar a chegada do time ao G4. A goleada de 4x0 sobre o desanimado time do Vasco teve dois nomes. Rogério Ceni e André Lima. O primeiro por voltar a marcar um gol de falta. O segundo pela bela estréia. Resultado – dois gols para cada. Com os reforços, o time deve crescer na competição. Não pode deixar o tricolor chegar, pois gosta e conhece muito bem o torneio de pontos corridos.

Com muita raça, o Galo virou para cima do Sport. Jogo bastante equilibrado. O time que vinha de uma sonora goleada para o Vasco, agora sem o técnico Galo sofreu, mas venceu por 2x1. O Leão do Norte segue na zona intermediária, mas deve se atentar a chegada dos times abaixo na tabela.

Quem está em uma crescente é o Botafogo. Ney Franco definitivamente resgatou a força do grupo. Túlio é a sensação. Agora virou moda, o volante fazer até gols. O Atlético Paranaense, assim como o Náutico, perdeu a força em casa. Crise à vista, após a derrota de 3x0. Quem sabe Geninho não surja em breve.

E o Santos? Bem, o Peixe perdeu mais uma. Dessa vez para o Coritiba, em plena Vila Belmiro. Mesmo tendo oportunidades, o time de Cuca não resistiu e voltou à zona de rebaixamento. O momento é de calma. Falta goleiro. Do outro lado devemos ressaltar o belo trabalho de Dorival JR. Os 3x0, com três gols de Keirrison que fazia a sua partida de número 100, com a camisa do Coxa Branca, deve ser bastante comemorada. A dúvida é saber se a equipe resiste até o fim do torneio.

Em breve as novidades dos clubes. Quem vem e quem vai. Boa semana!!