sexta-feira, 24 de outubro de 2008

A TRIGÉSIMA PRIMEIRA SEGUE A TODA - Por Rodrigo Curty

A continuação da trigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro, da Série A, foi muito boa para Flamengo, São Paulo e Grêmio. A vitória dos três aumenta a pressão e a obrigação de Cruzeiro e Palmeiras nos confrontos de amanhã.

No Maracanã, o Flamengo como há muito tempo não se via, fez uma bela partida contra o Coritiba. Mesmo desfalcado de dois importantes jogadores, Fábio Luciano e Juan, o time de Caio Júnior, se impôs e neutralizou a equipe paranaense. Na goleada de 5x0, o grande destaque foi o atacante Obina, que sofreu pênalti, marcou um gol, deu passe para os companheiros, correu, lutou e enlouqueceu os torcedores. Essa talvez tenha sido a melhor partida do inspirado e xodó rubro-negro. Os outros quatro gols da goleada foram marcados pelo aniversariante da noite Léo Moura, Ibson, Maxi e pelo goleiro Bruno, de pênalti. De quebra, o Mais-Querido do Brasil voltou ao G4.

Quem se deu muito bem também foi o São Paulo. O tricolor chegou a levar um susto no início, após o gol do zagueiro baiano Leonardo Silva, mas teve força para virar.

O jogo foi bastante disputado, confuso em alguns momentos e debaixo de um grande temporal que castigou a região, do Morumbi. Na primeira etapa, o jogo ficou lá e cá, cheio de alternativas, gols perdidos de ambos os lados e com erro de arbitragem. Em um lance que poderia mudar a história da partida, o árbitro Heber Roberto Lopes e o seu auxiliar não marcaram o empurrão do zagueiro Rodrigo no atacante Rodrigão. Como diz a frase - Um dia da caça, outro do caçador. No final de semana, o Fluminense, no Barradão não teve um pênalti claríssimo marcado a seu favor. Conclusão - A CBF afastou o árbitro Leandro Vuaden.
O treinador rubro-negro, Vágner Mancini, espera que o mesmo ocorra com Heber, será?
Bem de volta a partida, o empate são-paulino veio dos pés de Hernanes - Uma falta cobrada no canto de Viáfara, e que contou com a ajuda da barreira que abriu. Já na segunda etapa, o time de Muricy voltou disposto a fazer o dever de casa e marcou logo aos oito minutos com o meia Hugo. Depois, o time como de costume recuou e jogou nos contra-ataques. Em dois deles, Hugo e Dagoberto quase ampliaram o marcador.
É bom ficar esperto com o São Paulo, afinal é um time que mesmo desacreditado há pelo menos seis rodadas, mostra a sua força na reta final e já se encontra na vice-liderança. O maior desafio do time paulista, talvez seja a sina, de nunca ter sido TRI-Campeão seguido em um campeonato.


No Olímpico, o Grêmio também fez a sua parte. E bem cedo. Antes mesmo dos dois minutos de jogo, o atacante Reinaldo decretou a vitória do tricolor gaúcho. Mesmo sem ter uma atuação brilhante e segurando bem à equipe do Sport, o importante foram os três pontos e a liderança mantida. Basta saber até quando o time de Celso Roth conseguirá suportar a pressão de quem vem de baixo.
Amanhã a 31ª rodada se encerra com bons jogos. São eles:


Fluminense x Palmeiras; Ipatinga x Botafogo, Atlético PR x Cruzeiro; Santos x Figueirense; Náutico x Portuguesa e Atlético MG x Internacional.

Até mais leitor EA!!