quinta-feira, 13 de novembro de 2008

GOLEADA, COMEMORAÇÕES E FESTA BRASILEIRA - Por Rodrigo Curty

A bola voltou a rolar nessa quarta-feira pela Copa Sul-Americana, e pelo Campeonato Brasileiro, das Séries A e B.

Na partida isolada da 35ª rodada, o Atlético MG que vinha empolgado pela conquista dos três pontos, contra o Vitória, na Bahia, encarou o Vasco, que também vinha de vitória contra o Santos, em São Januário.

O que os mais de 42 mil torcedores do Galo, que lotaram o Mineirão não imaginavam era encontrar tamanha facilidade. O motivo é simples - o Vasco não perdia há quatro partidas, sendo três vitórias e um empate. Apenas para refrescar a memória - no primeiro turno, o time cruzmaltino depenou o Atlético MG, em São Januário, com um sonoro 6x1.

Ontem, mesmo sem alcançar a quantidade de seis gols, o torcedor atleticano saiu feliz com o resultado expressivo de 4x1 e aumentou e muito o sonho de conquistar, em seu centenário, pelo menos uma vaga com dignidade na Sul-Americana de 2009.
Para o Vasco, cabe agora torcer contra os adversários diretos pela permanência, da Série A, e aproveitar o longo período até a partida contra o São Paulo para acertar o pé de seus bons atacantes Edmundo e Leandro Amaral, que perdeu até pênalti.

Já na Série B, o campeão por antecipação Corinthians voltou a vencer e chegou a 19 jogos sem derrotas. Dessa vez, quem pagou o pato, foi o Juventude, que não perdia para o Timão, em Caxias do Sul, há seis anos – no período foram nove vitórias e cinco empates. O resultado deixou o time de Caxias do Sul, mais longe da elite em 2009. Parabéns para o goleiro Felipe que atuou com a camisa 100, em comemoração, aos cem jogos defendendo o time do Parque São Jorge.

O Internacional conseguiu um ótimo resultado pela Copa Sul-Americana. O Colorado foi até o México encarar o bom time do Chivas Guadalajara, pelas semifinais, da Copa Sul-Americana. O time comandado por Tite jogou com entusiasmo e tranqüilidade. Mesmo perdendo gols e tendo um gol mal anulado de Nilmar, na primeira etapa, o placar de 2x0, gols de Nilmar e do craque Alex deve ser comemorado.

No Beira-Rio, toda a calma é pouca, afinal os mexicanos, nas etapas anteriores, conseguiram a vaga, vencendo seus adversários fora de casa. O sonho do primeiro título do país, no torneio, segue vivo. É torcer, e esperar quem vem pela frente, Argentinos Juniors ou Estudiantes que se enfrentam na outra semifinal.

Depois o EA! conta tudo para você.