sexta-feira, 14 de novembro de 2008

O MUNDO AOS SEUS PÉS - Gustavo Cavalheiro

Mais uma vez vou questionar a "globalização da Fifa" em seus torneios e seus efeitos frente à qualidade técnica de seus produtos.

Após os Mundiais de Futebol de Areia e Futsal um novo desvio de rota se apresenta no Mundial de Clubes de 2008. Com o advento da Austrália na confederação asiática, temos mais uma "presepada" dos donos da bola mundial.

Lembram da famosa situação dos convidados mexicanos na libertadores? Aqueles que se ganharem o caneco, não levam a vaga?

Então, agora temos outra "alegoria" digna de uma organização de um campeonato de futebol de botão de empresa:

A final da Copa dos Campeões da Ásia foi entre Gambá Osaka (JPN) e Adelaide United (AUS) e o time da Oceania levou só de 5x0 nos dois jogos finais, mas está classificado ao mundial, pois o Gambá Osaka jogava já classificado pela vaga de anfitrião japonês.

Com essa inclusão do Adelaide, quem ganhou foi o magnífico futebol da Oceania, pois além dos australianos, teremos o fortíssimo time neozelandês Waitakere United, que ganhou do incrível Kossa das Ilhas Salomão.

Parece piada, mas os seguintes clubes são a elite do futebol mundial em 2008:

Adelaide United - Austrália
(vice-campeão da Ásia)

Gamba Osaka - Japão
(campeão japonês e Asiático)

Waitakere United - Nova Zelândia
(campeão da Oceania)

Pachuca - México
(campeão da Concacaf sobre o Deportivo Saprissa da Costa Rica)

LDU - Equador
(campeão da Libertadores sobre o Fluminense)

Manchester United - Inglaterra
(campeão da Champions League sobre o Chelsea nos penais)

e mais um time africano ainda não definido entre Al Ahly do Egito e Cotonsport Garoua de Camarões.

Convenhamos, você acha mesmo que esta lista acima é a elite do futebol mundial em 2008?
Não tem alguma coisa errada nisto?
Não está faltando nada?

Falta bola, falta bola amigos!



NOTA: Uma saudação mais que especial para a chegada da peixinha santástica Isabela Lima, filha do nosso amigo e comentarista Marcelo Lima!