segunda-feira, 17 de novembro de 2008

UMA RODADA DE GOLEADAS E SURPRESAS - por Rodrigo Curty

A trigésima sexta rodada do Brasileirão, da Série A foi repleta de gols. O campeonato segue em sua reta final e agora qualquer vacilo pode ser fatal nos dois extremos da tabela. Vamos aos jogos.

Sábado
Um jogo de seis pontos no Maracanã. Mesmo levando um susto no início, o Fluminense com o apoio da torcida e principalmente com belas atuações dos reservas Maicon e Tartá, conseguiu virar para cima da Portuguesa. O resultado de 3x1 faz o time de Laranjeiras respirar e o do Canindé a se preocupar com a queda.

O Ipatinga, após a bela vitória por 3x0, contra o Sport segue sonhando. Por mais complicado que seja permanecer na elite do futebol, o caçula do campeonato quer fechar com estilo e vencer as partidas que restam.

O Náutico também fez e bem a sua parte. Goleou o favorito Cruzeiro por 5x2. Para se manter, na Série A, o Timbú precisa de pelo menos mais uma vitória e um empate. Já a equipe mineira com a derrota só resta pensar em uma das vagas da Libertadores. Vai ser difícil.

Domingo –
O líder São Paulo com o estádio do Morumbi lotado não fez uma bela partida, mas o suficiente para vencer o desesperado e praticamente rebaixado Figueirense por 3x1. Novamente Borges(2) e Hugo fizeram a diferença. Alguns entendem que o time de Muricy esteja com sorte, pode até ter um pouco de verdade, mas alguém dúvida que ela acompanha quem tem competência e planejamento?

No Olímpico lotado, o Grêmio sob pressão derrotou o Coritiba por 2x1. O resultado mantém a equipe de Celso Roth apenas dois pontos atrás do tricolor paulista. Para muitos o título fica entre as duas equipes.

Mas se sonhar não custa nada e enquanto houver esperança tudo é possível, o Flamengo segue confiando no caneco nacional. Principalmente após a vitória incontestável de 5x2 sob o Palmeiras, no Maracanã lotado. Mesmo com irregularidade na jogada que resultou o segundo gol rubro-negro, o time carioca não deixou o Palmeiras jogar. O time de Caio Júnior fez a sua melhor partida do ano, com direito a uma atuação de gala dos meias Kléberson, que fez um gol e participou de três, e do contestado Ibson, que marcou três vezes e saiu evacionado. Do outro lado, a crise aumenta com a goleada, e a diretoria contesta a permanência do vitorioso Luxemburgo que mais uma vez bate um recorde negativo. Desde 1997, Luxa não era derrotado por cinco gols. E ontem a zaga era a titular. Falta tranqüilidade para o treinador trabalhar e principalmente conjunto na equipe milionária. Em trancos e barrancos, a equipe deve pegar, uma das vagas na Libertadores.

O Atlético Paranaense conseguiu mais um belo resultado para se manter na Série A. O resultado sofrido de 2x1, na Arena da Baixada, contra o Vitória, faz a equipe de Geninho respirar com mais tranqüilidade. Essa foi à quinta partida sem derrota (4 vitórias e 1 empate). Alguém dúvida da força do Furacão?

Em Itumbiara, o Goiás atropelou o desanimado Botafogo por 3x1, com direito a três gols de Paulo Baier e agora ocupa a sexta colocação. Na “Era” dos pontos corridos, acredite, o meia do Esmeraldino é o maior goleador, com 68 gols.

Por fim, o Santos sofreu, mas derrotou o Internacional por 1x0, com um gol estranho de Gustavo Néri contra, após um chte errado de Quiñonez. O resultado mantém o Peixe em situação menos delicada provalmente livre da degola.

Semana que vem, dependendo dos resultados, já conheceremos pelo menos 2 rebaixados e dois representantes da Libertadores 2009. Até lá!