sexta-feira, 24 de abril de 2009

F1 E RETA FINAL DOS ESTADUAIS - Por Rodrigo Curty

O final de semana promete ser quente nas decisões estaduais e também na velocidade.
A nova fórmula 1, por exemplo vem surpreendendo a cada prova. Seja com as escuderias Brawn GP ou REd Bull, o certo é que MC Laren e Ferrari precisam dar as caras de vez no ano.
Hoje, no segundo dia de treino livre para o GP de Bahrein, deu o alemão Nico Rosberg, da Williams por uma diferença de 191 milésimos para o espanhol, Fernando Alonso, da Renault. Na sequência vieram Jarno Trulli, da Toyota e Sebastian Vettel, da Red Bull.
O líder da competição, o inglês Jenson Button, marcou apenas o sexto melhor tempo. Já os brasileiros foram mal mais uma vez. O melhor para variar foi Rubens Barrichello. Ele fechou o dia na nona colocação. Nelsinho Piquet foi o 15° e Felipe Massa, o 16°. O terceiro treino livre ocorre as cinco horas da manhã de sábado(hor.Brasília), e o treino classificatório às oito horas. A corrida está marcada para as nove horas da manhã de domingo. Aposto em Trulli, mas claro desejo muita sorte aos brasileiros.
Agora o Futebol. Vamos falar de alguns estaduais. Muitos times esperam fazer a festa de seus torcedores.
Em São Paulo, Santos e Corinthians começam a decidir a taça no próximo domingo às 16h, na Vila Belmiro. Apesar do alto preço dos ingressos, a Vila estará lotada e empurrando o Peixe, após a eliminação vergonhosa da Copa do Brasil para o CSA. O objetivo é continuar como azarão, comendo pelas beiradas e quem sabe não fazer um bom resultado para o jogo de volta no Pacaembú.
O Santos que não poderá contar em nenhuma das partidas com o volante Rodrigo Souto machucado, também corre o risco de ficar sem a zaga, pois Fábio Costa, Fabiano Eller e Fabão estão pendurados, além deles o destaque Madson, e os reservas Molina, Bolanõs, Roni, Lúcio Flávio, Robson e Pará também devem ficar espertos.

Do lado do Corinthians a preocupação é com Chicão, Jorge Henrique, Lulinha e Ronaldo que sofrem do mesmo problema. Será que alguém fica fora da finalíssima? É aguardar para ver.

Eu acredito em uma partida pegada, de jogadas estudadas e acima de tudo muito respeito entre as equipes, tudo porque em final, um erro pode ser fatal.
Já no Rio de Janeiro, pela terceira vez consecutiva Flamengo e Botafogo decidem a taça. O rubro-negro busca o seu penta-tri e o 31° título estadual, para assim ser o maior vencedor carioca. Mas o Botafogo quer estragar essa festa e mostrar que não sofre de síndrome da derrota nos momentos finais. Será um grande duelo de defesa e ataque. As duas equipes jogam parecidas e possuem bastante equilíbrio. Difícil prever algo aqui, mas arrisco dizer que as chances de termos dois grandes jogos repletos de gols, é um fato. Vamos aguardar!!
Em Minas para variar teremos Atlético Mineiro e Cruzeiro. O Galo vem crescendo a cada partida e conta com Diego Tardelli e Edér Luis incomodando muito as zagas adversárias. Do lado cruzeirense, o conjunto e a força do meio-ataque podem resolver se a pontaria estiver em dia. Arrisco no time azul.
Já em Coritiba, o Coxa que mandou Ivo Wortmann passear, contratou um velho conhecido - René Simões. O treinador que levou o time ao título da Série B, em 2007, acompanhará o clássico da equipe contra o Atlético Paranaense no domingo. A ordem é vencer para seguir vivo no torneio. Caso tropece, e o J. Malucelli também perca para o Nacional, o Furacão levantará mais um título.

Na Bahia, teremos depois de três anos uma final tradicional. Trata-se do Ba-Vi. O tricolor quer o caneco que não levanta há oito anos. Faz tempo. Já o rubro-negro espera conquistar o Tri. Acredito no Vitória, mas clássico é clássico, não é?

Depois eu volto e conto o que rolou, combinado?