quinta-feira, 30 de abril de 2009

O BRASIL QUE ENCANTA - Por Rodrigo Curty

A quarta-feira futebolística foi sensacional. Pela Copa Santander Libertadores 2009, que diga-se de passagem está muito boa para os brasileiros, não faltou emoção.

Na partida que decidiu a classificação do Palmeiras no grupo 1, considerado o da 'morte' e que fechou com o Sport, de Recife como primeiro, após heróica vitória de virada por 3x2, contra a atual campeã do torneio LDU, em Quito, teve de tudo. Bolas na trave, gols feitos desperdiçados por artilheiro de nome Keirrison que mais uma vez decepcionou, expulsão, tensão palmeirense até os minutos finais e uma “bomba” salvadora. Sim, graças a um golaço do meia Cleiton Xavier, talvez um dos mais belos do ano, o verdão passou adiante e eliminou o Colo-Colo, em plena Santiago. Eu já havia premeditado essa classificação lá atrás.

É certo afirmar que mesmo longe de ser aquele Luxemburgo dos últimos anos, o cara mostrou que ainda tem estrela. Basta saber se ela continuará brilhando na competição. Falta no currículo de Luxa, um título desse porte, por isso, é bom não duvidarem. Eu não acredito que seja dessa vez que ele quebre essa sina, mas...

Em relação aos outros classificados. O São Paulo mesmo longe de ser considerado um timaço, é bom ter respeito. O tricolor é irritantemente efetivo com suas jogadas aéreas. O que faltará talvez, é um líder em campo, já que Rogério Ceni se recupera de cirurgia no tornozelo.

O Cruzeiro precisa mostrar agora que pode ir mais longe do que imaginam. Decidir no Mineirão será uma grande vantagem para esse time que para mim possui o melhor conjunto dos cinco brasileiros no torneio. Mas, nessa competição vence quem sabe jogá-lo e não o melhor, por isso pés no chão Raposa.

Pela Copa do Brasil, uma das melhores equipes do Brasil atualmente, o Internacional, que comemora seu centenário praticamente se classificou as quartas-de-final, após golear por 3x0 o Náutico, em pleno estádio dos Aflitos. Pela frente, o atual campeão gaúcho terá Flamengo ou Fortaleza que não saíram do zero, em Volta Redonda. Será que é porque a cabeça dos dois times se encontra na busca do Tri estadual? Bem, se jogarem o mesmo futebol de ontem vai ficar difícil.

Outro que acredito esteja classificado é o Coritiba. O Coxa, derrotou o até então azarão CSA, em Alagoas por 4x0. Vais esperar o vencedor do confronto entre Americano e Ponte que também não saíram do zero, em Campos. Está mais para Ponte.

Vamos para o outro lado da chave. No Barradão deu Vitória. O clube baiano aproveitou da ressaca do Atlético MG que levou uma goleada de 5x0, na primeira final em Minas para o Cruzeiro e fez um belo placar para o jogo de volta, no Mineirão: 3x0. Se não conseguir a virada, arrisco dizer que Leão será demitido do comando. O vencedor desse confronto encara o vencedor de Vasco ou Icasa que se enfrentam na primeira partida hoje em São Januário.

Por fim, uma partida marcante. O Corinthians vinha de uma invencibilidade de 25 jogos sem perder no ano. Mas ontem não teve jeito. O algoz foi o Atlético PR, na Arena da Baixada. Mas poderia ter sido bem pior. Até os 42’ da segunda etapa, o clube paulista perdia por 3x0, havia desperdiçado um pênalti com Chicão e já não contava com Ronaldo em campo, por lesão na costela. Problema que não deve atrapalhar sua escalação na grande final do paulista de domingo contra o Santos(O clube só perde o título se for goleado com três gols de vantagem). Mas em cinco minutos tudo mudou. Cristian de falta e Dentinho deram esperança para a partida de volta, no Pacaembú. Um simples 1x0 coloca o timão nas quartas para pegar Fluminense ou Goiás que começam a brigar pela vaga hoje, no Serra Dourada. Alguém dúvida?

Antes de sabermos os times que avançaram para as quartas-de-final, conheceremos todos os campeões estaduais. Retrato alguns deles: Em São Paulo eu já comentei acima. No Rio de Janeiro, o Botafogo tentará atrapalhar o Tri do Flamengo e também não deixar o rubro-negro ser o maior vencedor com 31 conquistas. Em Minas, assim como em 2008, o Galo levou uma sonora goleada de 5x0 e dificilmente reverte o placar do Cruzeiro. Será a pior década do alvinegro. De 2000 para cá só levantou uma vez a taça, no ano de 2007.

Em Goiânia, o Atlético tem a vantagem já que venceu a primeira partida por 2x1, mas o Esmeraldino quer a forra e levantar o caneco. Na Bahia deve dar Vitória. Na primeira partida venceu o rival Bahia por 2x1 e agora decide no Barradão. E por fim no Ceará, o Fortaleza busca o Tri contra o maior rival Ceará. No primeiro jogo deu tricolor 2x1.

Boa sorte a todos e depois eu conto o que rolou.