segunda-feira, 22 de junho de 2009

GOLS, ERROS E CRISES NO BRASILEIRÃO - Por Rodrigo Curty

A sétima rodada do Campeonato Brasileiro, série A foi eletrizante. Para a alegria dos torcedores com direito a goleadas, aliás foi a melhor média de gols desde que o torneio conta com 20 equipes. Mas a rodada não foi só de alegria. Claro também contou com muitos erros de arbitragens, confusões e crises.

Vamos por partes. No sábado, o abalado Palmeiras, mesmo prejudicado pela arbitragem, que marcou impedimento no golaço de Obina, coisa rara, arrancou um empate de 2x2, e chegou ao G4. Já o Atlético Paranaense segue mal em casa. É bom ficar esperto. No Barradão, com dois gols de Roger, o Vitória derrotou o Botafogo que acendeu, de vez, o sinal de alerta. Destaque que dos sete gols marcados, cinco foram em apenas em 24’.

Outro carioca que se deu mal foi o Fluminense. É bem verdade que perdia por 2x0 para o fraco, mas guerreiro Avaí. Mesmo com dois gols de Fred, o tricolor acabou derrotado no fim, por 3x2. Agora é vencer ou vencer o Fla-Flu. E o Sport? Bem, a goleada sobre o Flamengo deve ter iludido o torcedor. Depois de perder em casa para o Furacão, agora foi a vez de ver o Santo André, que faz ótima campanha vencer por 2x1. Até quando o Leão da Ilha seguirá com o Leão treinador? O mesmo não serve para o Coritiba. Goleou o mesmo Flamengo e dessa vez, não tomou conhecimento do rival do Sport, o Náutico. O Timbú perdeu por 1x0 e parece ter caído na real, após bom começo no campeonato.

E o Grêmio? Talvez , por estar com a cabeça na Libertadores, o tricolor gaúcho, mesmo em casa, acabou surpreendido pelo Goiás, que definitivamente segue sem sorte. O Esmeraldino cedeu o empate no fim, após inúmeras tentativas de La Barbie – Maxi Lopez. No fim o justo 2x2. O adversário gaúcho, na Libertadores também tropeçou, e como. No Mineirão, onde o Cruzeiro não perdia há nove meses, acabou derrotado por 4x2, de virada para o Barueri, quem diria. 4ªa feira sem dúvida, o torcedor da Raposa espera outro resultado. Promessa de jogaço.

Mas e o líder. Pois é, o Atlético MG mostrou a sua força, na Vila Belmiro e na partida mais confusa do ano. O time de Celso Roth virou para cima do Santos que segue em decadência. A vitória por 3x2 teve direito até a golaço de Diego Tardelli. Mas e Djalma Beltrami. O confuso árbitro carioca, terminou a partida com um minuto a menos, e após reclamação dos santistas e do próprio técnico Vagner Mancini, voltou a trás. Para que? Foi aí que o Peixe empatou, mas teve o gol anulado, motivo. Djalma viu falta de Kleber Pereira. Sinceramente, é aquela que quase ninguém marca, mas na cabeça dele, se validasse, a confusão com o Galo seria talvez ainda maior. Abre o olho comissão de arbitragem.
Por fim dois grandes clássicos. No Maracanã, finalmente o Flamengo voltou a vencer e bem. Com uma atuação de gala, principalmente de Ibson, Léo Moura e Adriano, o rubro-negro, pelo menos por hora trouxe a calma de volta a Gávea. Já o Internacional, perdeu a invencibilidade no Brasileirão. Seria talvez por entrar desfalcado, ou pelo cansaço ou simplesmente por estar com a cabeça voltada para a Recopa. Enfim, acabou merecida mente derrotado por 4x0, com três do Imperador. Agora Mengão é aguardar o Fla-Flu e mostrar quem manda no Rio.
Em São Paulo tudo indica que quem tem essa fama é o Corinthians. O Timão que agora é quinto, não quis saber dos problemas internos do São Paulo que demitiu Muricy Ramalho e colocou o interino Milton Cruz no comando. No final, o torcedor presente no Pacaembu viu o resultado de 3x1, com direito a mais um gol de Cristian, de Chicão em bela cobrança de falta e até de Jucilei causar mais problemas ao tricolor que ainda reclamou de pênalti de Diego em Marlos. Na minha opinião com razão, mas do jeito que as coisas andam, isso não faria diferença. Aliás o sempre vencedor São Paulo têm que aprender a perder e parar de apelar para violência. Ricardo Gomes vai ter um trabalhão.
Parabéns ao Corinthians que já não perde a sete jogos para o São Paulo, mas não para Mano Menezes que não precisa desrespeitar Milton Cruz, o chamando de interino. O mundo dá voltas Mano!! Até a próxima!!