quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

FAVORITISMO BRASILEIRO - Por Rodrigo Curty

E a Copa Libertadores conheceu ontem mais uma equipe classificada para a fase de grupos da competição. Trata-se do Grupo 8, o do Flamengo e que ainda conta com o Universidad de Chile e Caracas da Venezuela.

O rubro-negro terá como primeiro adversário,no dia 24 de fevereiro, no Maracanã, a equipe do Universidade Católica, do Chile.Os chilenos derrotaram a equipe do Colón de Santa Fé, da Argentina, nos pênaltis por 5x3, após vencerem no tempo normal por 3x2.

Já o Internacional provavelmente terá como adversário, o Cerro (URU) que derrotou o Deportivo Quito (EQU) na primeira partida por 2x0, porém o primeiro desafio do Colorado saíra do confronto de hoje a noite entre o Emelec(EQU) e Newell’s Old Boys. Na primeira partida em Quito, empate sem gols.

E Hoje tem estreia de brasileiros na Taça Libertadores da América. A expectativa é para que o Brasil volte a ter um campeão no continente. Eu acredito, e você?Bem, hoje o São Paulo, às nove e cinqüenta da noite, no Morumbi, terá pela frente o time mexicano do Monterrey.

O adversário, aliás, não contará com sete titulares já que prioriza o clássico contra o seu maior rival, o Tigres no próximo final de semana. Mesmo assim, a equipe de Ricardo Gomes sabe das dificuldades que é jogar o torneio continental e deve respeitar o time mexicano.

Desfalque certo para a noite é o atacante Dagoberto que com uma lesão muscular, desfalca a equipe por três semanas. Desta forma, hoje Marcelinho Paraíba, que vinha atuando como meio-campista, jogará no ataque ao lado de Washington.

Já Cléber Santana será a novidade no meio-campo. De qualquer maneira, a principal novidade de hoje pode ser a reestreia de Cicinho com a camisa tricolor. O jogador fechou um contrato até 30 de junho com possibilidade de prorrogação até agosto, desde que o tricolor chegue à final.

Ontem pelo grupo 2, o mesmo do São Paulo, o Once Caldas, da Colômbia derrotou o Nacional, do Uruguai por 2x0.

Já o Cruzeiro encara o Vélez Sarsfield, da Argentina pelo grupo 7, que reúne ainda o Colo Colo, do Chile, e o Deportivo Itália, da Venezuela.

Esta será a partida de número 40 do time brasileiro em território argentino. Um dos objetivos será quebrar uma escrita. A única vitória da Raposa sobre o Vélez, em Buenos Aires ocorreu há 39 anos, no dia 6 de fevereiro de 1971: 6 a 3, em La Bombonera. De lá para cá foram três jogos e três vitórias do Vélez, todas por 2 a 0, no José Amalfitani.

Apesar das dificuldades, Adilson Batista acredita na boa fase de sua equipe para arrancar pelo menos um empate. Boa sorte Cruzeiro às 21h50 da noite, no estádio José Amalfi.