sexta-feira, 5 de março de 2010

SANTOS CONTRA TODOS - Por Rodrigo Curty

O Campeonato Paulista está praticamente em sua reta final. Faltam apenas sete rodadas para conhecermos os quatro times que disputarão as semifinais da competição.
O curioso é que os chamados grandes São Paulo, Corinthians e Palmeiras estão bem longe do que podem mostrar. Para muitos, inclusive para mim, a grande surpresa nesta temporada é o Santos, atual líder do torneio com 31 pontos, quatro a mais do que o surpreendente Santo André e nove da também surpresa equipe do Botafogo de Ribeirão Preto.
Não que eu considere o Peixe uma equipe fraca, mas sinceramente não imaginava que o time comandado pelo competente treinador Dorival Jr tivesse uma evolução tão rápida. Uma coisa é certa, os jovens talentos mostram serviço desde já, e se Robinho não atrapalhar e colaborar como na vitória sobre o Paulista, o cenário claro é o Santos contra todos. A dúvida que fica é se na hora do mata-mata a história será a mesma. O Palmeiras do ano passado deve ser o maior exemplo a ser seguido pela garotada santista.
Vamos fazer uma reflexão dos outros três grandes de São Paulo.
Se a primeira fase terminasse hoje, além de Santos, apenas o São Paulo passaria as semifinais. O tricolor, porém, sofre para conseguir fazer uma boa partida, talvez porque o comandante Ricardo Gomes ainda não descobriu ao certo qual é o seu time e esquema ideal. O que poderia ser feito de cara é colocar os contratados para atuarem em suas posições de origem. Por exemplo, por que Alex Silva não atua na zaga e Jorge Wagner no meio? O que importa para o são paulino é a Libertadores, mas desta forma não me surpreenderia se o tricampeão cair nas oitavas.
O mesmo pode-se dizer do Corinthians. O todo poderoso Timão não se acerta e não agrada. Pode ser o fato de muitos jogadores terem se juntado aos já remanescentes de 2008. Mano Menezes terá trabalho para fazer o time atuar como se espera em seu Centenário, ainda mais com a pouca objetividade e preparo físico atual. Ronaldo que o diga. O Fenômeno ainda não decolou no ano. Claro que ninguém pode duvidar que na hora de decidir ele resolverá. O problema é esta hora não chegar. Se não melhorar logo, a Libertadores também ficará para uma próxima!!
E o Palmeiras? O Verdão definitivamente vive problemas sem soluções. A cada rodada fica mais claro que Muricy Ramalho não era o problema, e nem Antônio Carlos será a solução. Não acho o time fraco no papel, mas para ganhar títulos é preciso ter elenco, peças de reposição, e isso é nítido no Palestra. Jogadores como Diego Souza e Cleiton Xavier tinham que resolver e puxar mais responsabilidades, mas o grupo também tem que ajudar. Ficar de fora do G4, algo bastante contundente no momento só aumentaria os problemas e o desgate, mas alguém acredita que ainda dá para se recuperar?
Já vi cada coisa no futebol, mas hoje com a regularidade de Santo André e Botafogo, e a ascensão de São Caetano e esperança que vive pelos lados do Canindé, da modesta Portuguesa, é difícil acreditar que teremos os quatro grandes nas semifinais de 2010. Vamos aguardar!!