quinta-feira, 3 de junho de 2010

CEARENSE ARRETADO - Por Rodrigo Curty

O Campeonato Brasileiro em breve será paralisado por causa da Copa do Mundo. Enquanto a parada não vem, a ordem nos clubes é o de tentar se manter em boa posição na tabela.
Ontem, a bola rolou pela sexta rodada da Série A, e marcou algumas surpresas.
Na Arena da Baixada, o Atlético PR com Paulo Cesar Carpegianni estreando no comando levou um susto no início. Perdia por 2x0 para o Botafogo, mas teve força e a noite inspirada de Paulo Baier que marcou dois dos três gols da vira por 3x2. O Fogão vai ladeira abaixo.
Já o Prudente, graças ao belo gol de falta de Tadeu manteve o Atlético Go na lanterna sem um ponto sequer. Será que o problema era apenas Geninho? No Maracanã o problema do Vitória era segurar o ímpeto do tricolor carioca. O Fluminense com Muricy Ramalho vai muito bem, obrigado.
Com o placar de 2x1 chegou a sua terceira vitória seguida e à terceira colocação.
E mais um ciclo se encerra no futebol mineiro. O técnico Adilson Batista, após o empate sem gols contra o Santos afirmou que sairá da Raposa depois da partida contra o Atlético Go. É uma pena que houve o desgaste, pois penso que ele fazia um bom trabalho em Minas, mas futebol é resultado, e este ano a queda na Libertadores, a desclassificação no mineiro pesou. Destino de Adilson seria o Internacional?
No Pacaembú, Palmeiras e Flamengo fizeram um jogo longe de suas tradições. As equipes erraram muitos passes, exigiram bem pouco de seus goleiros, mas no fim, o ex ídolo do Verdão, e atual do rubro-negro decidiu. Vagner Love, mas uma vez calou o estádio municipal paulista, e de quebra colocou o atual campeão brasileiro no G4.
No Serra Dourada, o destaque foi a arbitragem. No primeiro gol da partida, o de Marcelinho Paraíba marcou uma falta e permitiu que a bola fosse colocada fora do local correto. Depois deu um penâlti "interpretativo", após Richarlyson ter colocado a mão na bola. Tudo bem, colocou, mas Tolói na segunda etapa fez o mesmo do lado Esmeraldino e nada foi marcado.
No fim, Joílson em rara felicidade acertou um belo chute no canto de Rogerio Ceni. Segunda vitória seguida do Goiás, e o São Paulo preocupado em chegar ao G4 antes da Copa, será?
Por fim, o Ceará que compeltou 96 anos fez a festa no Castelão. O time muito bem comandado por PC Gusmão chegou a vitória de 2x0 contra o Avaí, gols de Misael e de Lopes que ressurge para o futebol.
O Vovô chegou a liderança pela primeira vez na história do certame e quer mais, porém não pode tirar os pés do chão e se iludir como fez o Naútico que no ano passado teve o trágico fim no campeonato. Será que dá para se manter arretado?
Hoje mais três jogos fecham a rodada.
Em São Januário, o Vasco encara o Guarani que tem no comando Vagner Mancini. Será uma vingança pessoal? Creio que não.
O Atlético Mg tem um pedreira. Mesmo desfalcado o Grêmio dentro do Olímpico é dificilmente batido. A preocupação de Luxa é com as bolas pelo alto que ajudam a equipe a ter a pior defesa do campeonato. No tricolor gaúcho, a preocupação de Silas é na falta de opção para o ataque.
Encerra a rodada, o Corinthians que espera retomar a liderança hoje no Pacaembú contra o Internacional. O Timão terá desfalques na frente, mas acredita na força de seu meio campo para conseguir mais três pontos. O Colorado tem o objetivo de manter a pegada da última rodada quando goleou o Furacão.
Bons jogos e até a próxima!!