segunda-feira, 28 de junho de 2010

FUTEBOL E APITO AMIGO - por Rodrigo Curty

A Copa do Mundo da África do Sul decepcionou os organizadores na primeira fase, pois a falta de público em alguns jogos mostrou a falta de interesse, pois a Fifa alega que na verdade os ingressos foram vendidos, mas o torcedor resolveu não comparecer. Mas sinceramente, principalmente para os sul-africanos o ingresso era cobrado por um alto valor. O sistema viário também colaborou, isso sem falar da política de segurar os ingressos para os patrocinadores e empresas e só colocá-los para venda na última hora, mas deixa pra lá.
Eu mencionei esta situação para dizer que infelizmente faltaram mais testemunhas para vaiar as arbitragens que de uma forma ou de outra ajudam as Seleções importantes politicamente e socialmente para o Mundo.
O Brasil também já teve ajuda dos homens de amarelo, azul e vermelho, e que raramente vestem o preto. Alías, teria uma cor de roupa mais apropriada do que a vermelha usada por Roberto Rossetti, italiano que apitou a vitória da Argentina? Será que ele ficou envergonhado? Faltou coragem, e sobrou isenção ao bandeira que não viu Tevez completamente impedido no primeiro gol argentino. o que você faria? Puniria o bandeira e faria a alegria dos mexicanos que se tivessem competência e um mínimo de sorte, naquele momento poderiam estar vencendo por 2x0?
O adversário dos comandados de Maradona será a Alemanhã. Seleção que apresenta o melhor futebol, com variações táticas e opções de banco. Isso sem falar da frieza na hora de decidir.
Dificilmente eles falham. Jogam conforme a música. A questão que fica é a forma que o jogo transcorreu. Os alemães com mérito venciam por 2x0, e poderiam estar com quatro na frente, mas levaram dois gols em apenas dois minutos. O primeiro do zagueiro Upson, o mesmo que falhou frente à Klose, o segundo de Lampard, que encobriu Neuer, e viu a bola bater no travessão, dentro do gol e sair. Desespero inglês, o bandeirinha não viu a bola ultrapassar os 33 cm, e muito menos o uruguaio Jorge Larrionda. O curioso é que ambos conseguem ver impedimento de 12cm, vai entender.
Na segunda etapa, o meia do Chelsea mais uma vez foi decisivo. Antes dos 10' cobrou falta no travessão de James, mas tarde aos 22' bateu na barreira, reclamou de toque de mão e viu Muller chutar de sua zaga para Ozil na esquerda e correr na frente para receber de volta e fuzilar. 3x1. depois a Inglaterra, mas uma vez cedeu o contra-ataque. Desta vez foi Schweinsteiger que ganhou na corrida e passou para o jovem atacante marcar mais um. 4x1 histórico e que trás à tona, o sofrimento que durava 44 anos, justamente em um gol que não existiu e que carimbou o primeiro e único título inglês na Copa do Mundo, após vitória de 4x2. é aguardar para ver se o gol alemão também trará a taça ou se ficará na história como lenda.
E você, aposta em qual apito amigo no duelo entre Alemanha e Argentina? A certeza que eu tenho é que ficarei chateado por ver uma das duas belas seleções que buscam o gol a todo momento, e que não são covardes caindo fora precocemente da Copa.
Até a próxima!!