quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A DIFERENÇA DOS TRICOLORES - Por Rodrigo Curty

E o primeiro turno do Campeonato Brasileiro, Série A está na sua reta final e o equilibrio aparentemente existe apenas na parte intermediária da tabela. Isso mesmo, afinal na parte de cima, pelo menos nos dois primeiros colocados nada deve mudar até o returno.

O que é curioso é a diferença absurda que existe entre os tricolores que disputam o torneio. É gritante ver a administração do tricolor carioca, em relação ao gaúcho e paulista.
O líder Fluminense, por exemplo chegou aos 36 pontos , após a belissíma vitória de 3x0 sobre o desesperado Goiás. De quebra abriu cinco pontos para o vice colocado Corinthians que derrotado pelo Cruzeiro por 1x0, já vê uma sombra do Botafogo que passou pelo magro mais importante placar de 1x0 sobre o Ceará.

Mas de volta aos tricolores. O do Rio tem o comando de Muricy Ramalho, que além de especialista em pontos corridos possui um belo time na mão, e que se não cometer o mesmo erro do Grêmio, que no ano passado fechou o primeiro turno na liderança e depois despencou, deve sim ser o campeão de 2010.

O tricolor gaúcho definitivamente tem muito mais problema do que parece. O clima interno deve ser o maior deles. Os jogadores não estão comprometidos um com os outros. Vaidades, dirigentes sem empatia, enfim problemas e mais problemas para o ex-ídolo Renato Gaúcho resolver. Ontem a derrota foi para o Santos, que mesmo com um jogador a menos conseguiu virar a partida para 2x1 com direito a desperdiçar um penâlti com Neymar, que anteriormente havia marcado da marca do cal.

Já o tricolor paulista definitivamente também precisa de ajustes. O time até que tentou, mas não saiu do empate sem gols contra o covarde Vasco da Gama que veio para empatar. Jogadores como Miranda, Cleber Santana, Junior Cesar, Fernandão, Daboberto, entre outros não fazem mais a cabeça do torcedor. Mas será que o problema no clube não se chama dirigente? Está na hora de pessoas competentes e a fim de uma solução pertinente e não apenas imediata assumir a direção, caso contrário, o clube pode ir para o abismo quando menos esperar.
Em tempo, quem sobe na tabela é o campeão da Libertadores Internacional. O Colorado passou pelo Avaí por 1x0 e pensa em vôos maiores. O Atlético PR também venceu fora. 1x0 no Prudente, e paz para trabalhar.
Hoje três partidas fecham a 16ª rodada. Palmeiras x Atlético GO, Flamengo x Atlético MG e Vitória x Guarani.
Até a próxima!!