terça-feira, 17 de agosto de 2010

HEGEMONIA ACIMA DE TUDO - Por Rodrigo Curty

No Brasil, os clubes a cada dia se reforçam mais e focam em competições distintas. Seja no atual Brasileirão e na Sul-americana ou na Libertadores que chega ao seu final amanhã, e na Copa do Brasil que já decretou o Santos campeão. Hoje vou falar do atual campeão brasileiro que está preocupado com sua atual situação e não pensa em outra coisa que não manter a hegemonia e o troféu do Brasileirão na Gávea.
O grande e eterno ídolo do Flamengo, juntamente com a questionada presidente do clube Patrícia Amorim se desdobram para colocar o clube na parte de cima da tabela. Na parte externa os negócios vão bem. Patrocinadores não param de chegar. Desta vez a marca fechada foi a da telefonia italiana TIM. A BMG está bem próxima de manter o acerto.
Todos sabemos que um clube para se manter forte precisa de dinheiro, pés no chão, administração sem emoção e com razão. O rubro-negro sofre com os problemas em seu ataque, mas não se pode esquecer da deficiência de seu meio-de-campo.Fala-se no Morumbi que Jorge Wagner está próximo do clube do Rio. Se precisa ou não saberemos na frente, afinal teoricamente jogadores como Willians, Klebérson, Petkovic deveriam resolver o lado do ataque formado atualmente por Leandro Amaral e Val Baiano e que é considerado por muitos como fraquíssimo.
O torcedor cobra e antes que seja tarde demais a diretoria se mexeu, e em breve deve anunciar o novo ataque rubro-negro. Diogo, ex Portuguesa e atualmente no Panathinaikos, da Grécia e Deivid, que segue no banco do Fenerbach, da Turquia. Bons reforços? Só o tempo irá dizer, mas que pelo nome já valem mais que Cristian Borja e Vinicius Pacheco, isso ninguém ousa em questionar.
Até a próxima!!