quinta-feira, 4 de novembro de 2010

RICARDO CENI DE LIMA - Por Rodrigo Curty

O título do texto de hoje não se refere à nenhum cidadão de nome Ricardo Ceni de Lima. Aliás, eu nem sei se existe alguém com este nome. Fatalmente se existisse, arrisco dizer que ele poderia receber uma homenagem.
O motivo é simples. Na abertura da 33ª rodada do Brasileirão, Série A dos que brilharam destaque para Ricardo Berna, Rogério Ceni e Ronaldo Nazário. Os três foram excepcionais na noite de quarta-feira.
O primeiro, talvez tenha feito a sua melhor partida pelo Fluminense. Bancado por Muricy Ramalho que tirou a camisa de titular de Fernando Henrique e Rafael, Berna fechou o gol e ajudou o tricolor carioca a se manter na liderança do torneio. 0x0 contra um Internacional que mais uma vez tropeçou em casa. Outro destaque de Berna foi na resposta dada para um jornalista que perguntou se o Fluminense precisa de goleiro. Ele respondeu sem titubiar. "Vai ajudar o Flu a ser campeão"? Nota 1000 na resposta. Maturidade do jeito que gosta o treinador.
O segundo personagem também é goleiro. Não precisa provar mais nada pra ninguém, mas mesmo assim ainda é questionado pelos fanáticos e radicais torcedores do São Paulo. Ceni, mais uma vez fez história contra o Cruzeiro que parece amarelar na reta final como nos últimos anos. O goleiro pegou tudo, passou liderança, bateu faltas e para variar marcou mais uma vez contra a Raposa. Na importante vitória de 2x0, Ceni marcou o seu sexto gol no time mineiro. Tudo bem que atráves de um penâlti inexistente. Não interessa. Para o torcedor o que vale é a esperança de estar cada vez mais próximo de outra Libertadores na história do clube.
E o último? Bem, Ronaldo dispensa comentários. É uma judiação ver o maior goleador da história das Copas do Mundo fora de forma, mas ao mesmo tempo é lindo ver como ele ainda sabe como ninguém tratar a majestosa. É importante ressaltar que o Fenômeno segue firme na equipe. Foi a quarta partida seguida e com três gols marcados.
Por causa dos resultados da rodada e com a goleada de 4x0 sobre o Avaí, o Timão diminuiu a vantagem do líder Flu para apenas um ponto. Ronaldo marcou duas vezes. Um gol de penâlti daqueles que até desanima comentar. Mas segue o jogo, afinal um dia é da caça e outro do caçador. Todos já foram ajudados e prejudicados. Alguns se aproveitam mais, outros menos, porém o que não pode é deixar essa arbitragem seguir no apito. Abre o olho CBF.
No restante da abertura da 33ª rodada, destaques para o Botafogo que segue firme com o sonho de ser o campeão. O Glorioso passou pelo Atlético GO por 3x2. O Grêmio é outro que foi bem. Chegou aos 50 pontos, após afundar de vez o Goiás, em pleno Serra Dourada por 2x0. Ceará e Flamengo empataram em 2x2, o Santos vacilou mais uma vez e não saiu do 1x1 contra o Vitória, na Vila Belmiro, e o Guarani não saiu do zero contra o também desesperado Atlético MG.
Hoje tem mais. Vasco e Prudente e Atlético PR contra o Palmeiras. Depois eu conto.
Até a próxima!!