segunda-feira, 22 de novembro de 2010

TETRA TRICOLOR - Por Rodrigo Curty

E agora falta bem pouco para conhecermos o campeão brasileiro, Série A. Depois de um campeonato de altos e baixos, erros grotescos de arbitragem e com destaque argentino, tudo leva a crer que o Fluminense não perde mais.

Ontem, o time liderado pelo super campeão dos pontos corridos Muricy Ramalho atropelou o São Paulo. No duelo de tricolores, quem esperava o jogo da entrega, por algum momento se surpreendeu. As duas equipes buscaram os gols, o tricolor paulista teve um Rogério Ceni salvando tudo no começo e falhando no final. Do lado carioca, Washington quase fez seu torcedor infartar ao perder um gol incrível e depois ver o empate chegar.

Mais a situação foi facilitada para o Flu. Com dois expulsos, Xandão de forma justa e Richarlyson, por reclamação, desta vez de forma correta, uma vez que não houve falta em Rodriguinho teve nos pés de Conca o triunfo. O argentino participou do primeiro gol, o de Gum, marcou dois e contou com a batida de roupa de RC para consagrar Fred. 4x1 que deixa os cariocas e o seu treinador com a mão no título. Pode ser a quarta taça de Muricy na era dos pontos corridos.

Quem correr atrás do caneco, mas agora não conta apenas com suas forças é o Corinthians. O Timão sofreu para empatar com o desesperado Vitória, na Bahia. Abriu o placar com Danilo, mas após perder Ronaldo, quem diria, caiu e muito de produção. O time baiano atacou e chegou ao empate com Viáfara de penâlti. Este constestado pelos corinthianos. Mas Ralf que abriu o braço, retardou a bola com a mão, nem reclamou. Penso que o torcedor deveria reclamar é com o bom técnico Tite, que com 30' minutos sacou Jorge Henrique e colocou Paulinho. Empate fora de casa é um bom resultado? Sinceramente, eu iria para o tudo ou nada, pois logo em seguida veio o aviso do gol carioca. Daí já era tarde. Sorte ainda que Junior teve seu gol, na minha interpretação mal anulado. E diga-se de passagem o goleiro Julio Cesar, mais uma vez, fez a diferença. É aguardar pra ver se a sorte volta para o lado alvinegro nas duas últimas rodadas.

E por falar em sorte, o Cruzeiro nem precisou de muito para derrotar o Vasco por 3x1. Com menos de 30', a Raposa já vencia por 3x0. Mais do que o Corinthians, o time de Cuca precisa vencer suas partidas e torcer pelo tropeço dos rivais a frente. Não acredito neste milagre, mas vamos aguardar.

Na minha opinião o Cruzeiro apresenta o futebol mais bonito de se ver. É o time que tem o melhor elenco por completo, mas que perdeu pontos em momentos cruciais por motivo ou não da arbitragem. O Corinthians cresceu na hora certa, não chegou onde está somente por erros de arbitragem, que fique claro. Mas queira ou não perdeu pontos imperdoáveis dentro de casa.

Já o Fluminense, caso leve mesmo o título, o leva com justiça. Afinal, foi a equipe que por mais tempo liderou o torneio, o time que tropeçou na hora certa, que lutou na maioria das partidas sem seus "galáticos" e que teve planejamento. E como futebol não é merecimento, é competência, parabéns ao quase Tetra Tricolor Muricy Ramalho.