segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

BALANÇO DOS ESTADUAIS - Por Rodrigo Curty

E a bola rola caprichosamente pelos gramados do Brasil. Alegria, tristeza, incertezas e confiança fazem parte do dia a dia dos torcedores e das equipes de Norte a Sul do país. Vamos aos destaques do fim de semana.
Em Minas, finalmente a bola rolou. Cruzeiro e Atlético MG se deram bem, e o América MG, que recentemente garantiu seu retorno à Série A tropeçou. A Raposa atropelou a Caldense por 3x0. O Galo virou pra cima do Funorte e o Coelho empatou em 1x1 com o Uberaba.
Em Recife, no clássico entre Náutico e Santa Cruz, melhor para o Timbu que venceu por 3x1 e tirou a Cobra Coral da liderança, que agora pertence ao Central. Na Bahia, o Vitória empatou com o Bahia, de Feira em 1x1, e o Bahia, tricolor de aço foi derrotado de virada por 2x1 para o Fluminense de Feira de Santana. O efeito Jael já dá resultado negativo no clube. No Ceará, o vovô derrotou o Fortaleza por 2x1, no 1º clássico do ano.
No Uruguai, isso mesmo. O Gre-Nal foi jogado em Rivera e repleto de reservas. No jogo, o Colorado saiu na frente, mas o tricolor teve força e conseguiu a virada por 2x1. Ainda no sul do país, mas em Curitiba, o Coritiba empatou por 1x1 com o Arapongas e não retomou a liderança.
Já no eixo Rio/São Paulo, destaques para os clássicos. Na cidade maravilhosa, o Fluminense passou susto, mas passou pelo Cabofriense por 4x2, com dois gols de Fred. No sábado o Botafogo atropelou o Olaria 3x1, com dois gols do desafeto de Joel, Loco Abreu. Ontem no clássico entre Vasco e Flamengo, melhor para o rubro-negro que venceu por 2x1. Destaque para a bela partida de Thiago Neves, que marcou um golaço e ganhou de vez a confiança do torcedor. O Vasco segue em crise, e novas cabeças devem rolar.
Em São Paulo, o Santos, mesmo burocrático passou pelo São Paulo por 2x0. Com tranquilidade, certa dose de sorte e novamente com erro de Rogério Ceni e Elano e Maikon Leite decidindo o Peixe segue firme na liderança com 13 pontos em cinco jogos. Já o Palmeiras também fez bem a sua parte no clássico contra a Portuguesa. A equipe de Felipão fez 2x0, chegou aos mesmo 13 pontos, mas perde no saldo de gols. Foi a quarta vitória seguida do palestrino, recorde do treinador, desde que voltou ao clube que foi campeão da América em 1999. E o misto do Corinthians não saiu do empate de 2x2 contra o São Bernardo. Será que a hora da vitória está próxima? 4ªf, empate com gols contra o Tolima(COL), garante o Timão na fase de grupos da Libertadores da América. pressão à vista.
Boa semana a todos e até a próxima!!