quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

BICAMPEÃO NA RAÇA - Por Rodrigo Curty

E na final da Copa SP que reuniu duas torcidas de massa e grande paixão deu Flamengo.
O rubro-negro carioca passou pelo tricolor de aço pelo placar de 2x1 e conquistou, pela segunda vez, a Copa São Paulo de juniores. O Pacaembú contou com aproximadamente 20 mil torcedores, a maioria flamenguista, que enfretaram o forte calor e pode assistir um belo jogo de futebol.
O placar foi aberto pelo Flamengo com apenas 7' com o zagueiro e capitão Frauches. Tudo indicava que a partir daí a partida seria fácil e repleta de gols, mas o que se viu foi um Bahia mais ofensivo e na busca desesperada pelo empate, principalmente através das bolas alçadas na área. Foi em uma dessas jogadas que o zagueiro Marlon acertou um chute próximo do rosto do atacante baiano Rafael, que sofreu o penâlti e converteu . Depois do empate, o tricolor manteve o empenho e quase virou antes do fim da primeira etapa.
Mas o Flamengo também levava perigo com Rafinha e Adryan. Na segunda etapa, o Mengão levou pressão, porém quando conseguia abrir espaço na defesa baiana levava perigo como no lance capital do jogo. Tomas entrou na área e foi derrubado por Dudu, que pendurado acabou expulso. Na cobrança Negueba bateu bem, no ângulo de Renan e colou o Flamengo novamente na frente. Com um jogador a menos em campo, o Bahia mesmo desorganizado não se entregou e se não tivesse o bom goleiro César na frente poderia ter empatado com Laércio que aos 47min, entrou sozinho na entrada da área, chutou forte no canto, e viu o rubro-negro espalmar e garantiu o bicampeonato.
O primeiro título do Flamengo na Copinha foi em 1990. Naquele ano, o time lançou jogadores como Junior Baiano, Marcelinho Carioca, Djalminha e Paulo Nunes. Será que voltou à Gávea a máxima de que craque o Flamengo faz em casa? Vamos aguardar.
Até a próxima!