segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

A IMPORTÂNCIA DO RESPEITO - Por Rodrigo Curty

E a bola rolou neste final de semana pelos estaduais do Brasil. vamos para alguns destaques.
No Rio Grande do Sul, o Internacional, quem diria, mesmo sem a equite titular foi eliminada das semifinais, após perder para o Cruzeiro-POA de 5x4(nos penâltis), depois de empate em 1x1. Já o rival Grêmio não tomou conhecimento do Ypiranga e goleou por 5x0.
Em São Paulo, o Corinthians prestou homenagem a Ronaldo antes do clássico contra o Santos. Sem o camisa nove, aposentado e Roberto Carlos, na Rússia, quem brilhou foi o zagueiro Fábio Santos, autor de dois gols, sendo o primeiro um golaço de falta, e outro de penâlti na vitória de 2x1. Pelo lado do Peixe, apenas pra variar o gol de honra foi marcado por Elano, golaço! É bom respeitar o Timão que mostra ter se recuperado da "tragédia" contra o Tolima. Em relação aos outros rivais, o São Paulo passou fácil pelo Bragantino - 4x0, e o Palmeiras não saiu de um empate sem gols contra o Mogi Mirim. O time de Felipão ainda é líder, mas sente a cada jogo a falta de um autêntico camisa nove. Destaque da competição para o Mirassol, segundo colocado.
E por falar em equipes consideradas pequenas, no Rio de Janeiro, a zebra apareceu no Engenhão. No sábado, o favorito Fluminense recebeu o Boa Vista, e quem diria foi eliminado. Depois de empate em 2x2 no tempo normal, a decisão foi para a marca da cal. Apesar de ser um time mais experiente, Conca e Rodriguinho perderam a cobrança, enquanto o time de Saquarema acertou suas quatro. O adversário do time que cobra respeito será o Flamengo.
O rubro-negro empatou por 1x1 contra o Botafogo. Ronaldinho Gaúcho e Loco Abreu não brilharam como se esperava. Melhor para Felipe, goleiro do Flamengo que mostrou que também tem estrela. Na decisão por penâltis, o camisa 1 pegou as cobranças de Everton e Somália e viu Renato Cajá chutar pra fora. Definitivamente, o torcedor não deve mais sentir a falta de Bruno nas decisões e já tem em Felipe um novo ídolo.
No próximo domingo será a decisão da Taça Guanabara, e a bola que pune quando menos se espera pede respeito aos considerados mais fracos. É aguardar pra ver.
Até a próxima!