segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

TÍTULOS, TROPEÇOS E SURPRESAS NOS REGIONAIS - Por Rodrigo Curty

E os campeonatos regionais estão a toda pelo Brasil. Neste final de semana conhecemos alguns campeões e vimos surpresas nos campeonatos. Vamos a eles:
No Rio de Janeiro, o Flamengo conquistou pela 19ª vez o título da taça Guanabara, o primeiro turno da competição. O rubro-negro cansou de perder gols, mas de bola parada, graças ao talento de Ronaldinho Gaúcho chegou ao seu gol, na magra, porém importante vitória de 1x0 sobre o bom time do Boavista. É aguardar pra ver se no segundo turno dá Flamengo mais uma vez. A torcida hoje faz a festa, mas sabe que tem muita coisa pra melhorar.
Em Minas, o clássico entre Atlético MG e América foi bastante movimentado. Melhor para o Coelho que começou perdendo, mas teve força e a maturidade do atacante Fábio Júnior para virar a partida para 2x1, e de quebra assumir a liderança. Olho no time que garantiu presença no Brasileirão, série A.
Na linda Florianópolis, o Cricíuma levou a melhor sobre o rival Figueirense e conquistou o primeiro turno. Vitória de 1x0, dentro do Orlando Scarpelli. Agora o Tigre aguarda o adversário na final. Já em Porto Alegre, o Grêmio atropelou o Cruzeiro local por 4x2, e garantiu vaga na decisão da taça Piratini, que corresponde o primeiro turno. O adversário será o Caxias que eliminou o São José, por 2x1 nas penalidades, após empate em 1x1.
Por fim, em São Paulo, o líder é o Mirassol. A equipe do interior derrotou o Paulista fora de casa por 2x0 e assumiu a liderança com 22 pontos e uma vitória a mais que o Corinthians. No clássico Choque-Rei teve de tudo. Desde os problemas antes da partida, devido a forte chuva que atingiu a capital paulista, até os enfrentados dentro do campo. Após mais de uma hora de espera, São Paulo e Palmeiras fizeram uma bela partida. O tricolor começou melhor e cansou de perder gols. Mas ele chegou em um golaço de Fernandinho pouco antes da energia faltar no estádio. Na segunda etapa, quem brilhou foi Rogério Ceni. O capitão são paulino fez o que pode para parar o ataque palmeirense que se beneficiou com a expulsão infantil e justa de Alex Silva. Foram pelo menos três defesas importantes, até que numa troca de passes entre Valdívia e Kléber, Adriano não perdoou cara a cara com o goleiro. 1x1 que mantém o tabu tricolor em seu estádio.
Boa semana e até a próxima!