segunda-feira, 14 de março de 2011

A DANÇA DOS TÉCNICOS - Por Rodrigo Curty

E longe do que eu esperava, o Fla x Flu apesar de apresentar algumas emoções, esteve distante dos tradicionais duelos entre as equipes tradicionais do futebol mundial.
O placar de 0x0 também se deu graças as belas atuações dos goleiros. De um lado Felipe salvou pelo menos por duas vezes, o mesmo pode-se dizer de Ricardo Berna, que ao meu entender foi mais exigido, apesar do tricolor dominar mais as ações.
Mas o clássico ficou em segundo plano, entes mesmo de seu início. O técnico Muricy Ramalho aguardou o término da partida para anunciar sua demissão à frente da equipe no qual foi campeão brasileiro em 2010. Os motivos ainda não foram bem explicados, e para alguns o dinheiro falou mais alto. Eu não acredito nisso, e arrisco dizer que além dos problemas de estrutura física do clube, existia um relacionamento meio complicado com Alcides Antunes, vice de futebol, demitido no sábado. Muitos sabem que o treinador sempre valorizou o planejamento e jamais admitiu sair antes do fim de seus contratos, neste caso ia até o fim de 2012. Anteriormente o grande campeão do Brasil também deixou o Palmeiras, e agora deve em breve assinar com o Santos.
Deixar uma equipe como a do Fluminense na Libertadores pegou mal para Muricy, mas devemos respeitar sua decisão, uma vez que algo fora de seu controle tenha ocorrido como intromissão no seu trabalho, o que segundo ele não existia, enfim. O tricolor agora corre atrás de um comandante. fala-se em Abel Braga e Dorival Jr. O primeiro tem contrato no Qatar até o mês de maio, o segundo vai bem à frente do Atlético MG, e também costuma cumprir os contratos.
Vamos aguardar os próximos capítulos, mas a dança dos técnicos brasileiros promete agitar o Brasil nas próximas semanas.
Até a próxima!