quarta-feira, 11 de maio de 2011

CEÚ OU INFERNO - Por Rodrigo Curty

E a bola rola nesta quarta feira pela Taça Libertadores e na Copa do Brasil. Por mais que seja óbvio, que quase no primeiro minuto da quinta-feira, uns estarão no ceú e outros no inferno, o importante para o torcedor é o que pode vir a ocorrer no futuro de seus clubes.

O Santos, por exemplo, segue vivo na Libertdaores e encara o surpreendente e perigoso Once Caldas que eliminou na fase anterior o Cruzeiro. Apesar de estar longe do que foi no ano passado, os comandados de Muricy Ramalho estão mais maduros e menos ansiosos. Ansiedade está sentida na parte defensiva, onde o goleiro Rafael não sabe o que é buscar a bola no fundo das redes a cinco jogos.

Nesta noite, o estádio Palogrande, em Manizales, Colômbia será um caldeirão. De qualquer forma, apesar dos importantes desfalques de Arouca e Ganso e de jogadores no sacrifício, um empate deve ser bastante comemorado, desde que seja com gols. Vencer não significa, porém vaga garantida nas semifinais - Que diga a Raposa. E outro dado importante, é o fato dos colombianos não terem triunfado nas quatro partidas que realizou em casa. Força Peixe.

Já na Copa do Brasil, o Palmeiras terá pela frente, antes mesmo do Coritiba, um protesto feito pelos poucos torcedores que estarão no estádio. Virar um placar de 6x0 conquistado pelo Coxa, na primeira partida não será fácil, mas se entregar e não buscar o "impossível" somente irá trazer mais problemas e desconfiança para o Brasileirão. Qual a sua aposta?

Em Fortaleza, o estádio Getúlio Vargas vai receber 15 mil fanáticos torcedores, em sua maioria de Ceará. O Vozão conseguiu uma ótima vantagem na partida de ida contra o Flamengo. A vitória por 2x1 deve ser administrada, mas esperar o rubro-negro, que nesta Copa do Brasil foi melhor fora, do que dentro de seus domínios pode ser fatal. Sem Marcelo Nicácio que teve contrato rescindido por vaidade e com um Geraldo empolgado e de contrato renovado, é aguardar pra ver se as defesas de FH vão fazer a diferença mais uma vez nas investidas de Thiago Neves, R10 e cia. O que é certo afirmar é que se ficar pelo caminho, o sinal de alerta na Gávea se acenderá de vez.

Bons jogos a todos.