quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A COPA DESPREZADA - Por Rodrigo Curty

E hoje começa para as equipes brasileiras mais uma edição da Copa Sul-americana. O Brasil conquistou apenas uma vez o torneio. O feito ocorreu em 2008 com o Internacional. Somente para efeito de curiosidade, os nossos rivais argentino já levantaram a taça da competição em cinco oportunidades. Seria por qualidade técnica ou por que até então o torneio é mesmo desprezado pelo país? Saberemos no decorrer dos confrontos.


Neste ano será a vez de Botafogo, Atlético-MG, Palmeiras,Vasco, São Paulo, Ceará, Flamengo e Atlético PR tentarem a conquista. Esta será a 10ª edição da competição, e para as equipes brasileiras a mesma só ficou mais interessante desde o ano passado, uma vez que o título garante o campeão na libertadores da América no ano seguinte, além de presença na final da Recopa.


Por isso, vale a análise do momento atual das equipes participantes para entender quem está mais bem planejado e com plantel pra suportar o calendário que se divide com o nacional.


Hoje os confrontos nos mostram um pouco o que se esperar das equipes. No Presidente Vargas, Ceará e São Paulo, por exemplo vão com o que tem de melhor. O tricolor sem Lucas, na Seleção Brasileira almeja a América e o Vovô quer voltar a competição, após 16 anos.


Já no Engenhão, o Flamengo não deverá ter Ronaldinho e Thiago Neves de cara. Luxemburgo sabe que o Brasileiro é a prioridade, mas também não despreza a Sul-americana. Além disso terá um Atlético PR reserva, visto a posição do rival no brasileirão. A ideia é tentar resolver a classificação hoje, mas é bom respeitar, pois ninguém vence sem jogar. Seria a primeira vitória do time carioca no torneio. Nas edições de 2003/2004/2009 fracassou.


Já o Botafogo vai até Ipatinga e terá um renovado Atlético MG, agora com Cuca no comando. O treinador já mudou o esquema de jogo deixado pelo antecessor Dorival Jr e promoverá retorno de alguns jogadores que não eram utilizados como Réver e Toró. Já o Fogão promete jogar o torneio com muita dedicação, porém Caio Jr já poupou a equipe. Nesta noite o alvinegro carioca não terá um trio importante. Cortês, Renato e Elkeson, e outros titulares podem ser poupados e ficarem à disposição no banco de reservas.


No último confronto dos brasileiros, o Vasco terá pela frente o Palmeiras, mas amanhã eu conto.


Até a próxima!