quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O MAIOR DE TODOS - Por Rodrigo Curty

E hoje a bola volta a rolar pelo campeonato brasileiro, série A. O grande destaque desta 22ª rodada será a partida que marcará mais um marco na vida de Rogério Ceni. Conto a seguir.

Dos confrontos deste feriado de 07 de setembro, alguns destaques:

O Santos bem desfalcado encara o Avaí, na Ressacada. O Leão sabe que precisa vencer em casa pra se salvar do descenso. Aposto em empate. O Atlético PR recebe o Palmeiras. Apesar de jogar fora, o Furacão não inspira confiança com o Antônio Lopes. Jogo com cara de empate. O Fluminense embalado pela última vitória visita o Cruzeiro. A Raposa não consegue embalar, mas hoje deve levar a melhor. O descansado Botafogo recebe o Ceará. No Engenhão, apesar de Caio Jr e tropeços na hora "H" deve triunfar. O Internacional mede forças contra o América MG, empolgado pela goleada sobre o Vasco. Deve passar com tranquilidade. Apesar de ter perdido a excelente sequência de cinco vitórias seguidas no nacional, em casa, o Atlético GO deve passar pelo Figueirense que adora perder gols. Amanhã será a vez de Corinthians e Flamengo, Grêmio visitar o Bahia e o Vasco receber o Coritiba.

Agora sim, hoje o Morumbi vai estar lotado para o duelo entre São Paulo e Atlético MG. Mais de 60 mil torcedores irão louvar um de seus maiores ídolos. As partidas que marcaram RC são muitas. Algumas negativamente, mas a maioria de forma positiva. O goleiro é um exemplo de dedicação, amor e respeito para os mais novos. O capitão do tricolor que joga com a 01 já fez mais de cem gols e não para de bater recordes. Agora, além da marca histórica, a partida que pode valer inclusive a liderança do campeonato.

Mas falamos de Rogério. Amado pela maioria são-paulina que entende que "Muitos têm goleiro, mas só o São Paulo tem Rogério Ceni", o jogador é odiado por parte da torcida, estes que chamo de "ingratos" e pelos rivais, claro. Mas é impossível não entender que o arqueiro é uma baita referência.

Não penso que ele como goleiro seja apenas um excelente batedor de faltas. Pena que muitos se lembram do camisa 01 apenas pelos gols marcados e não pelos evitados. Entender que por ele não ter saído do Brasil também não é um dos melhores na posição no mundo, é no mínimo injusto. Hoje saberemos como termina o capítulo 1000 de RC e até quando terá saúde para seguir em frente. Com boa forma e sem prejudicar a sua equipe, isso pode durar até mais que o fim do ano que vem, quando termina seu contrato.

Até a próxima!