segunda-feira, 10 de outubro de 2011

LEMBRANÇA ARGENTINA - Por Rodrigo Curty

E a 28ª rodada do Campeonato Brasileiro trouxe um novo líder a competição. Após permanecer por um longo período na ponta e viver situações conturbadas e preocupantes, o Corinthians com a vitória de 3x0 sobre o bom time do Atlético GO, agora volta a ser novamente um sério candidato ao título. É bem verdade que com a inconstância do torneio é difícil cravar o número um antes da última rodada.


Uma destas razões é o rendimento das equipes que vem logo abaixo. O próprio Vasco, goleado por 3x0 contra o Internacional tem bola e elenco pra voltar a ponta. O São Paulo conta com o histórico dos últimos anos, e aguarda vacilos para assumir a ponta e não sair mais. A questão é que o mesmo serve para o Flamengo. O rubro-negro voltou a vencer partidas seguidas e a incomodar os adversários. O rival Botafogo caiu de produção, mas terá o retorno de jogadores importantes, justamente contra o Corinthians.


Neste cenário equilibrado, não podemos esquecer do Fluminense. O tricolor das Laranjeiras é a melhor equipe do segundo turno.Ontem foi melhor que o Flamengo, mas não se aproveitou das oportunidades. O futebol é decidido em detalhes, e na maioria das vezes, a competência vale mais que a supremacia. O FlaxFlu foi marcante para a nação rubro-negra. A frase eternizada de Nelson Rodrigues, em algum momento se fez presente: " O FlaxFlu surgiu quarenta-minutos antes do nada". Na verdade surgiu apenas na segunda etapa.


Os dois times voltaram com tudo. Os comandados de Abel Braga ficaram à frente do placar por duas vezes. O problema é que Luxemburgo mexeu bem do outro lado e promoveu as entradas de Negueba e um certo argentino pra mudar a partida. Argentino este que não será esquecido tão cedo para ambas as torcidas. Darío Botinelli entrou para a galeria do clássico mais romântico do Brasil. Autor de dois belos gols, sendo o primeiro de falta, esta aliás questionada pelos tricolores. Enfim, uma cobrança ao melhor estilo Petkovic, pela distância. O segundo dele, o terceiro do triunfo de 3x2 foi uma pintura. O argentino recebeu na intermediário, cortou pro lado e soltou um foguete. A bola fez uma curva e morreu nas redes de Diego Cavaliere.


Vitória importante que reascende a esperança do título nacional. Vamos aguardar os próximos capítulos.


Até a próxima!