sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O PERIGO DO FAVORITISMO - Por Rodrigo Curty

E a reta final do Brasileirão promete fortes emoções. Para muitos, o Corinthians dificilmente vai ficar sem a taça. Para outros, o Vasco sobra apesar de ter três clássicos nos últimos sete jogos. Mas, se levarmos em consideração os últimos campeonatos, eu penso que vale a pena não criar expectativas antes da hora, caso contrário, restará apenas a frustação e buscas de explicações. Desta forma, vale sempre lembrarmos da máxima de que favoritismo não ganha jogo. Vamos aos jogos.

A 32ª rodada terá um Corinthians confiante contra um Avaí fechado e pronto para aprontar. Daqui pra frente não vale muito empatar, por isso, a tendência é que tanto para aqueles que buscam o título como para os que buscam a sobrevivência, não restará outra coisa que não arriscar. O Timão sabe deste risco e precisa e muito do apoio de seu torcedor. Um jogo de nervos deve ser bem administrado.

Na mesma hora jogam no Rio de Janeiro, o líder e empolgante Vasco contra o desmantelado e irreconhecível São Paulo. Na segunda partida de Leão no comando tricolor, os olhos estarão voltados para um ex - treinador da equipe paulista. Ricardo Gomes deve ir a São Januário apoiar o time cruz-maltino.

Nas outras partidas, destaque para o Palmeiras que pega um Atlético MG em ascenção na hora certa, o Flamengo visita o Grêmio, em jogo que promete forte pressão sobre Ronaldinho Gaúcho, o Botafogo busca se reabilitar contra o desesperado, porém ressucitado Cruzeiro, e o surpreendente Figueirense busca chegar próximo do G4 contra o Bahia, em casa. Bons jogos a todos!

Até a próxima!