terça-feira, 8 de novembro de 2011

RECORDAR É VIVER - Por Rodrigo Curty

A velha frase "Recordar é viver" se faz presente no meu texto de hoje. Em especial para os rubro-negros do Rio de Janeiro, incluindo eu, e também para quem ama os históricos duelos do futebol mundial. Hoje é comemorado os 30 anos de uma vitória épica, de tantas outras na galeria do Mengão.

Foi no dia 08/11/1981 que o Maracanã teve o privilégio de ser palco de um memorável Flamengo x Botafogo. Nesta data, as duas equipes disputavam a final do campeonato carioca.

Para o Flamengo valeu bem mais que a conquista. O motivo para quem não lembra, eu explico. No dia 15 de Novembro de 1972, data oficial do aniversário de fundação do Flamengo, o Glorioso carioca aplicou uma sonora goleada de 6x0, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro. Uma tarde com show especial de Jairzinho, que marcou três gols, sendo um de calcanhar. Humilhação em preto e branco. A vingança demorou longos nove anos. Mas valeu a pena esperar.

Foi difícil para os jogadores e torcedores rubro-negros aturarem, por tanto tempo, a dor e as provocações dos botafoguenses. Até o dia 08 de novembro de 1981, todo clássico entre as duas equipes, contava com uma faixa simples, porém pesada, mostrando apenas o dizer "6x0". A ideia do seu idealizador, talvez fosse fazer a todo momento com que o flamenguista nunca se esquecesse da goleada sofrida.

Mas tudo que vai volta. E no ano de 1981, o mais vitorioso do clube, o Flamengo foi campeão do mundo, após conquistar a Copa Libertadores da América e o Estadual. Mesmo com estas importantes conquistas, o Botafogo era a asa negra. Até então, eles não tinham sido batidos nas quatro partidas em que se enfrentaram. Isso até o dia 08 de novembro de 81. Com um total de 69.051 espectadores, um jogo marcante.

Já na primeira etapa, o Flamengo goleava por 4x0 com gols de Nunes, Zico, Lico e Adílio. No vestiário a certeza de que este poderia ser o dia da grande vingança era evidente. Isso ficou ainda mais forte, quando o Galinho marcou o quinto, em cobrança de pênalti, aos 30, do segundo tempo. A partir daí, o Maraca era uma loucura. Gritos de mais um ecoavam das arquibancadas com poucos alvinegros que não suportavam mais o show que a equipe levava no gramado.

Então, o destino reservou o melhor para o final. Aos 42', Adílio cruzou da direita, Zico escorou e Andrade, o camisa 6 da Gávea chegou e soltou a bomba para estufar as redes alvinegras de Paulo Sergio. Um golaço que fez o Maior do Mundo enlouquecer e tremer de alegria, afinal acabava ali as gozações. O 6x0 agora era do Mengão. Esta partida foi batizada de " O jogo da Vingança"

Assista ao video deste jogaço no link abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=T73uC6P-raU&feature=related

Viva o futebol brasileiro!