quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

TRIO ESTREIA NA LIBERTADORES - Por Rodrigo Curty

E hoje mais três equipes brasileiras iniciam o torneio mais importante da América do Sul. Trata-se da Copa Libertadores da América. Depois de Fluminense, Internacional e Vasco, agora será a vez de Santos, Flamengo e Corinthians.

O Santos, atual campeão do torneio está no grupo 1, o mesmo do líder Internacional RS. O peixe começa a busca pelo seu quarto-título contra o The Strongest, na altitude boliviana de 3600 metros acima do nível do mar. Os comandados de Muricy vão buscar a vitória, pois sabem que empate, mesmo que fora de casa pode ser fatal para uma eliminação. Destaques para as laterais. Estreiam na posição Fucile(direita) e Juan(esquerda)

Pelo grupo 2, o Flamengo que na Pré-Libertadores eliminou o Real Potosi, da Bolívia terá uma partida complicada. O adversário será o Lanús-ARG. O grande destaque da partida será o comandante rubro-negro. Joel Santana que não se intimidou com as provocações da impressa hermana terá que fazer o rubro-negro voltar a empolgar seu torcedor. E olha que por falta de condições físicas, Vagner Love não viajou com o grupo. Isso é mais um problema para um time que ainda não emplacou neste ano. A expectativa é pelo camisa 10. Embalado pela convocação de Mano Menezes, o R10 terá que mostrar que realmente pode comandar os mais novos na Seleção Brasileira. O torneio é uma bela vitrine para o astro.

Outro que estreia nesta noite e tem como grande objetivo, afastar a ansiedade e a obrigação pelo inédito título é o Corinthians. O Timão não contará com seu mais recente e conhecido reforço. Falo do meia Douglas que está acima do peso. A Nação corinthiana não aguenta mais gozações, e torce para que a sorte de ter conseguido finalmente construir um estadio seja repassada para a conquista Internacional. O primeiro duelo será contra o Deportivo Táchira, da Venezuela. O adversário respeita o clube paulista, mas promete sufocar com o apoio de seus 25 mil torcedores. Teoricamente o grupo 6 é tranquilo, mas isso não existe neste torneio que sempre apronta para aqueles que buscam o futebol bonito, quando na verdade deveriam buscar o futebol estratégico e de resultado.

Boa sorte aos brasileiros. Até a próxima!