segunda-feira, 23 de julho de 2012

CARIOCAS NA COLA DO GALO - Por Rodrigo Curty

A 11ª rodada do Campeonato Brasileiro foi repleta de gols e surpresas, entre elas a vitória do Grêmio na estreia de Seedorf no Botafogo. A bola balançou as redes em 27 oportunidades e como já dizia Muricy Ramalho, a mesma puniu mais uma vez. Pior para Joel Santana que não aguentou a pressão e foi demitido do Flamengo. Vamos ao balanço.
No sábado, o Atlético MG mostrou que não é líder à toa. O Galo jogou na Ilha do Retiro e virou para cima do Sport Recife. 4x1 com show de Bernard. A mescla de juventude e experiência, além é claro de um belo trabalho do técnico Cuca pode dar mais lucro na temporada.
O mesmo serve para o Vasco. O Cruzmaltino levou a melhor sobre o Santos que definitivamente sente principalmente a falta de Neymar. Placar de 2x0 e corrida pela liderança. O Corinthians esteve longe daquele que venceu fácil o Flamengo. Com mais de 31mil pagantes, o Timão não saiu do empate por 1x1 coma  Portuguesa que segue sem empolgar.
No domingo, destaque como já citei, a derrota do Flamengo. Apesar de jogar bem e com um Vágner Love irreconhecível, e não é de hoje, o rubro-negro foi derrotado pelo bom, porém desarrumado Cruzeiro por 1x0. Quem também vai mal das pernas é o Figueirense. Mesmo com mudanças técnicas, o alvinegro catarinense foi derrotado pelo São Paulo por 2x0. Gol antes de 1’ fez toda a diferença. Na Arena Barueri, o Palmeiras atropelou o Náutico por 3x0 com destaque para Obina que voltou com tudo ao alviverde, que mesmo desfalcado, cresce de produção a cada partida.  
O mesmo serve para o Internacional. Sem Dorival Jr, que pode estar de malas prontas para o Flamengo, o Colorado goleou o Atlético GO por 4x1 e sobe na tabela. O Dragão, por sua vez segue na lanterna. Nas partidas de fundo, o Botafogo mesmo estreando Seedorf teve um Engenhão mais vazio que o clássico paulista de sábado. No campo, o que se viu foi um Grêmio sem medo e disposto a estragar a festa alvinegra. E foi o que aconteceu. 1x0, gol de Marcelo Moreno. O Fogão tentou de todas as formas o empate, mas foi parado pelo paredão Marcelo Grohe. Coisas do futebol.
Agora os outros tricolores. O Bahia bem que tentou, mas vacilou. Vencia o Coritiba por 2x0, cedeu o empate e segue o martírio de não se afastar da degola. É bom abrir o olho. E o Fluminense? O tricolor carioca, por sua vez segue forte no torneio e com Fred bem à vontade. Mesmo em Campinas, o tricolor passou bem pela Ponte Preta. 2x1 e continua na busca do líder Galo. Alguém dúvida?
Que venha a próxima rodada! Até a próxima!