quarta-feira, 11 de julho de 2012

A FESTA É VERDE - Por Rodrigo Curty

E nesta noite conheceremos o campeão da Copa do Brasil. Após o início com 64 equipes, muita zebra, quebras de tabus, Coritiba e Palmeiras medem forças no Couto Pereira.
Na primeira partida, o Palmeiras fez a lição de casa e abriu uma boa vantagem. 2x0, após levar sufoco e para muitos contar com os erros de arbitragem à favor. Besteira. Os comandados de Felipão souberam administrar a pressão, e mostraram que a sorte também ajuda quem trabalha.
É claro que no Coritiba se trabalha e muito. Marcelo Oliveira há tempos busca uma afirmação. Desde os tempos de Ney Franco, o Coxa Branca trabalha e bem a sua divisão de base. O planejamento existe, mas para ser valorizado é necessário um título de expressão. É sabido que o Coxa busca pela segunda vez seguida a chance de chegar a Libertadores do ano que vem. Em 2011, o Vasco acabou com a festa também no Alto da Glória. Hoje o Palmeiras está bem próximo disso.
O respeito existe em ambas as equipes. Se o time da casa contará com o apoio de seu fanático torcedor e na pressão para chegar ao resultado que necessita, do lado do alviverde paulista é só problema. Felipão terá os desfalques importantes para o esquema. Sem Valdivia, Barcos, Maikon Leite e talvez Henrique, a ordem é a confiança nos mais jovens e a união para sair vitorioso. Reconhecer a limitação técnica é importante. Vencer ainda mais, porém o clube deve tomar cuidado com a conquista. Entender que o título transforma o elenco em time forte pode ser um erro para o restante da temporada. Não se pode iludir o torcedor. Este merece respeito, e está cansado de promessas e transações fantasiosas e erradas. O palmeirense está cansado de ser menosprezado pelos outros grandes da capital paulista. Está na hora de se reerguer e voltar ao cenário brasileiro com o respeito e por ser tão grande e glorioso.
A final promete fortes emoções e a torcida é que a arbitragem e nenhum fator extra-campo atrapalhe a festa e a conquista de quem fizer por merecer. Que vença o melhor.
Até a próxima!