quinta-feira, 9 de agosto de 2012

RESSURGIMENTO DOS GRANDES - Por Rodrigo Curty

A rodada de número 15 do Brasileirão foi muito importante principalmente para o Flamengo, Palmeiras e Santos e fez aumentar o sinal de alerta para Figueirense, Sport Recife e Bahia.

O time do Vasco não tomou reconhecimento do Sport Recife. Mesmo na Ilha do Retiro lotada, o filho que voltou a casa que nasceu foi vaiado, e provou ser um baita profissional. Juninho Pernambucano abriu o caminho para a importante vitória vascaína por 2x0 e de quebra dormiu na liderança com 34 pontos.
Quem perdeu a grande chance de subir na tabela foi o Internacional. Curioso é que os comandados de Fernandão vão bem fora e tropeçam em casa. Isso pode fazer muita falta no final. Empate sem gols com o Náutico que aos poucos ganha bom padrão de jogo.
E o Bahia? Pois é, o tricolor de aço tropeçou em casa. Não saiu do empate sem gols contra a Portuguesa que ainda teve um gol mal anulado. Abre o olho tricolor.
Já o Corinthians sofreu pra conseguir empatar contra o desesperado Atlético GO. O empate por 1x1 saiu depois dos 30’ da etapa final com Paulinho. O Timão joga mais tranquilo, porém sabe que pra chegar ao Bi tem que entrar de vez no torneio.
Sem vencer há cinco rodadas, a obrigação pelos três pontos era nítida no Flamengo. O time carioca foi beneficiado por não jogar a rodada anterior, mas provou que a semana realmente era necessária para voltar a ter um padrão tático e um jogo mais ofensivo. O duelo contra o lanterna e desesperado Figueirense foi equilibrado. Ambas as equipes perderam oportunidades, mas o rubro-negro tem Vagner Love, e quando este está inspirado é difícil passar em branco. 2x0 com a cara de Dorival, que admite faltar muita coisa ainda para melhorar.
O Palmeiras foi até o péssimo gramado do Engenhão encarar o Botafogo, que nitidamente virou freguês do alviverde. 2x0, dois gols do argentino Barcos que fez o time respirar um pouco, mas que continua afundado na zona de degola. O Glorioso, por sua vez perde sempre a chance de entrar no G4.
Outro que vive altos e baixos é o Cruzeiro. A Raposa pegou a garotada do Santos e levou um passeio. 4x2 que ajuda Muricy Ramalho a trabalhar com mais calma.
Hoje a bola rola para mais três duelos. O líder (em pontos perdidos) Atlético MG encara o desespero do Coritiba, o Fluminense recebe o São Paulo no confronto de tricolores, e a Ponte Preta recebe o empolgado Grêmio. Bons jogos e até a próxima!