segunda-feira, 27 de agosto de 2012

VISITANTES INDIGESTOS - Por Rodrigo Curty

E acabou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O Atlético MG com um jogo a menos fechou na primeira colocação. Méritos e competência não faltaram ao Galo, mas os pés devem ser mantidos no chão, caso contrário o ano de 2009 pode vira à tona, você se recorda? Bem na ocasião, o presidente Alexandre Kalil cravou que o seu clube não perderia jamais aquele título, mas a queda de rendimento não levou o Galo nem a Libertadores.
E para efeito de curiosidade, o Figueirense terminou o primeiro turno na lanterna. Desde 2006, quando o campeonato começou a disputa com 20 clubes, nunca o lanterna na primeira fase se salvou. Neste ano a diferença do lanterna para a primeira equipe a se salvar é de apenas três pontos, o que sugere que no fim do torneio essa tese possa mudar.
Nesta última rodada de clássicos, destaque para os visitantes. Com exceção de Ponte Preta que venceu a Portuguesa por 2x1, e o Figueirense com três de Aloisio passou pelo Coritiba por 3x1, todos os mandantes tiveram problemas. Vamos aos duelos.
No sábado, o Vasco foi prejudicado pela arbitragem e derrotado de virada para o Fluminense de Thiago Neves, autor de dois gols. Já o Palmeiras também reclamou do árbitro, e teve o algoz Neymar marcando dois também, e de virada.
Ontem o líder Atlético MG fez uma bela partida contra o Cruzeiro. Empate em 2x2 que poderia ter sido lembrado pelas jogadas e gols como os do Atlético, mas que marcou as lambanças. Um juiz sem comando, torcida do Cruzeiro que nem precisa de inimigo e jogadores à flor da pele. Imagine você se tivesse no estadio Independência, torcedores do Galo? As chances de invasões seriam grandes. E só não teve isso com os da Raposa, que por terem jogado copos de água, bolo, relógio, entre outras coisas, o árbitro preferiu dar sequência em um lance que houve falta, e para seu azar foi o do empate.Coisas do futebol.
No Engenhão, o Botafogo não conseguiu passar pelo Flamengo. Um tempo de cada equipe e 0x0 no placar. Ambos precisam de mais regularidade daqui pra frente ou adeus até sonho de Libertadores.
O São Paulo teve um Luis Fabiano iluminado. O Fabuloso fez os dois gols da vitória tricolor sobre o Corinthians por 2x1, e de virada. O Timão não aproveitou as chances que teve e perdeu a invencibilidade de sete anos sem perder para o rival no Pacaembu.
O Internacional recebeu o Grêmio e foi derrotado, em pleno Beira-Rio. Gol de Elano que aos poucos volta a ser aquele volante importante para qualquer esquema tático. Olho no tricolor gaúcho.
No Recife, o Sport recebeu o Náutico e o placar também não saiu do zero, pior para o rubro-negro que luta contra o descenso. Difícil missão, mas não impossível.
O mesmo serve para o Bahia que lutou e vencia o Atlético GO até os minutos finais quando cedeu o empate em 1x1. O tricolor de aço é o primeiro time fora da zona de degola. Precisa de muito mais pra se manter na elite.
Que venha o 2º turno e mais emoção e a torcida por menos erros e choradeiras.
Até a próxima!