quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

INTELIGÊNCIA ACIMA DE TUDO - Por Rodrigo Curty

E lá se foi a primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana. Em La Bombonera, o São Paulo arrancou um bom empate sem gols do Tigre.
Na semana que vem, no Morumbi saberemos quem será o campeão. Tudo leva a crer que será o Tricolor, mas quem acreditava na eliminação, em plena Bogotá do Millonarios, na semifinal? Pois é, futebol se ganha na bola, às vezes nos arranjos, e principalmente na inteligência.
Os comandados de Ney Franco até que iniciaram bem a partida, mas bastou uma pequena encrenca para os brasileiros, como sempre cairem na onda argentina. Luis Fabiano parecia em início de carreira. O temperamento do passado se aflorou novamente, e o atacante foi expulso. A partir daí um time que dominava e aos poucos se aproximava do gol adversário, se mostrou nervoso, errando passes e sem alternativas contra a forte e catimbeira marcação do Tigre.
Na segunda etapa o jogo mudou de cenário. O time da casa criou boas oportunidades, mas mostrou realmente ser um time de muita vontade mas de pouca técnica. 
A inteligência deverá ser o ponto chave do São Paulo para a conquista do inédito título. Serão mais de 62 mil torcedores empurrando e cobrando em situação inesperada. A ansiedade não pode entrar em campo, e se levar um gol, o desespero deve ser transformada em maturidade e competência que tem de sobra sobre os hermanos.
É aguardar pra ver quem terá o sangue frio e o espírito de campeão.
Até a próxima!