quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

A AMÉRICA BRASILEIRA - Por Rodrigo Curty


E hoje a bola finalmente rola para os clubes classificados na Libertadores da América. Os times brasileiros buscam mais um título na competição. A América conta com alguns favoritos ao tírulo, mas é impossível não acreditar que novamente o continente será brasileiro.
Nesta noite um duelo nacional. O Atlético MG recebe o São Paulo, em Belo Horizonte. O local é bem visto pelos atleticanos, afinal até o momento são 23 jogos de invencibilidade no estádio Independência.
O vice-campeão brasileiro retorna à competição, após 13 anos. Conta com um time experiente. A zaga é formada por Victor no gol, Leonardo Silva, Rever e Junior Cesar. O meio tem os pentacampeões Gilberto Silva,Ronaldinho Gaúcho que vem para sua terceira disputa e Bernard, 20 anos e que quer fazer história. No ataque o velho conhecido e querido pela nação atleticana, Diego Tardelli e Jô. A casa estará lotada e bem barulhenta.
No São Paulo a ansiedade e confiança não será diferente. Conta com a experiência do capitão e goleador Rogério Ceni, da estreia de Lúcio no torneio. No meio pegador e criativo com Jádson que abastece e muito bem Luis Fabiano e Osvaldo. O ritmo de jogo pesa para o São Paulo. Nesta temporada foram sete jogos o que deu um padrão e certa credibilidade para o torcedor que ainda desconfia dos comandados de Ney Franco.
Por isso, o jogo não tem favoritos, mas tem cara de muitos gols, após minutos de estudo. A velocidade é a força e arma tricolor, enquanto no Galo, além disso conta com as bolas paradas. Um jogo que não terá time esperando o outro. Ambos jogam pra frente e contam com peças no banco que podem fazer diferença.
Vale ressaltar que tivemos este grande duelo nos anos 70, mas precisamente em 72 e 78. Nas quatro partidas foram três empates e uma vitória do Galo. Agora é aguardar para ver como será o final deste capítulo.
Hoje também será a vez do Fluminense entrar em campo. O tricolor carioca viajou para Venezuela onde encara o jovem e veloz time do Caracas. Abel Braga tem um time redondo na mão e peças para alternar em qualquer dificuldade. Uma vitória na estreia será importante para quem busca o inédito título continetal.
Bons jogos a todos e até a próxima!