domingo, 24 de fevereiro de 2013

MAIS DO MESMO - Por Rodrigo Curty

E neste final de semana conhecemos os quatro finalistas da Taça Guanabara, o primeiro turno do futebol carioca.
Este torneio, aliás é para muitos o mais disputado e justo do Brasil, mas para outros não passa de um torneio que no segundo turno perde o interesse de quem levou o primeiro. 
Sinceramente eu gosto da fórmula do cariocão. Acredito que motiva os pequenos, assusta os grandes e faz com quem todos tenham oportunidade de jogar o chamado mata-mata. São duas semifinais em cada turno, duas finais, e a possibilidade de uma terceira, caso cada turno tenha um campeão.
Para variar neste primeiro turno teremos os quatro grandes na disputa, mas por pouco não tivemos o Madureira e Boa Vista nestas semis. 
O Fluminense com equipe mista empatou em 2x2 contra o Madureira, e só garantiu a vaga porque o Boa Vista que vencia o Botafogo por 2x0, cedeu o empate. O Vasco, por sua vez que veio desacreditado e comendo pelas beiradas, passou de virada pelo fraco Duque de Caxias. Bernardo marcou os dois gols do Cruzmaltino e ainda colocou duas bolas na trave. 
Bem, o Flamengo que venceu o Olaria ontem foi o melhor time nesta primeira fase. Com 22 pontos, o novo rubro-negro sobrou. Joga, assim como o Vasco por um empate para chegar às finais. Ambos foram os primeiros colocados do grupo B e A respectivamente.
O detalhe desta primeira fase foi a mudança de regras, ou seja, um grupo enfrentou o outro para definir os dois melhores de cada. 
O Flamengo está bem entrosado, possui peças importantes para chegar à mais uma conquista. Com os pés no chão, investimentos conscientes e salários em dia o time pode crescer ainda mais na temporada, apesar de conhecer suas limitações.
O Vasco também está completamente reestruturado. Tem na dupla Carlos Alberto e Bernardo a receita para chegar cada vez mais longe.
Já o Fluminense tem a cobrança de todos por ser considerado o mais forte do Rio. Atual campeão brasileiro e reptresentante carioca na Libertadores, os comandados de Abel Braga podem sentir o cansaço e devem ser inteligentes quando o assunto for prioridade, caso contrário dará adeus em ambos os torneios.
Em relação ao Botafogo, bem, o time é bem entrosado, joga um futebol ofensivo, mas falta alguém para definir as jogadas do craque Seedorf. 
O campeonato carioca serve como laboratório dos quatro grandes, por isso independente de conquista ou eliminação o ideal é que o quarteto pegue o melhor para não fazer feio nos campeonatos mais importantes.
Vamos ver o que vai dar entre Flamengo e Botafogo e Vasco e Fluminense. Não sou de ficar em cima do muro, mas hoje aposto em uma final entre Flamengo e Vasco, simplesmente pela vantagem de ambos de jogarem por empate, afinal este é um placar bastante comum quando os quatro se encontram.
Até a próxima!