quarta-feira, 13 de março de 2013

FATOS E VERDADES - Por Rodrigo Curty

E a noite de quarta-feira foi péssima para o Grêmio. O tricolor gaúcho encarou o Caracas, da Venezuela, fora de casa, em partida válida pela quarta rodada do Grupo em um campo que sinceramente não sei como é utilizado para jogos oficiais, mas enfim, são um dos sérios problemas enfrentados nos torneios Sul-americanos. 
O fato positivo a ser comentado é o de que Vanderlei Luxemburgo reconheceu a péssima apresentação de sua equipe e não usou de desculpas como o gramado e arbitragem para justificar a virada por 2x1.
De uma noite que poderia ser perfeita, pois uma vitória do time brasileiro significaria a recuperação da liderança do grupo 8, se transformou em real preocupação. É que mesmo longe de atuar como se imaginava, o líder do grupo 8 é o Fluminense com sete pontos. O tricolor gaúcho e a equipe venezuelana somam seis, seguido do chileno do Huachipato com quatro. 
Saberemos daqui há duas rodadas quem seguirá às oitavas-de-final.
O fato é que o Grêmio tem uma boa base, o elenco aos poucos se enquadra no padrão Luxa, ganha ritmo, entrosamento e confiança de seu torvedor, mas é verdade também que apagões e decepções inesperadas devem ser tratadas imediatamente, ou seja, a matemática é simples. Uma vitória contra o tricolor carioca na próxima rodada, na Arena e um empate no jogo entre Caracas e Huachipato, carimbam a vaga, porém um novo tropeço em casa e vitória do Caracas, é torcer para que na última rodada Flu ou Caracas percam em confronto direto.
A campanha atual do Grêmio está entre umas das cinco piores de suas 14 participações. Hoje ela é semelhante as edições de 97 e 98 quando a equipe também somou 50% dos pontos nas suas primeiras quatro partidas. Mas calma torcedor gremista, tem muita água para correr debaixo da ponte, e a experiência deve fazer a diferença quando a corda apertar.
É aguardar para ver, se o fato de no papel ter um bom plantel saíra como uma mentira de bastidores e excesso de confiança depositada por muitos. Eu aposto em crescimento, mas só o tempo me dará essa resposta.
Até a próxima!