terça-feira, 2 de abril de 2013

FEROZ E EQUILIBRADO - Por Rodrigo Curty

E hoje a bola volta a rolar pela Copa Libertadores. O Palmeiras terá uma dura missão pela frente. Vencer ou vencer o Tigre(Arg). Longe de achar que este é um belo time, mas a razão da dificuldade é o fato da obrigação pelo resultado e a pressão contínua no Verdão.
Com um elenco limitado e nesta noite reduzido por importantes desfalques, a promessa é de jogo duro e o emocional dos jogadores à flor da pele.
O Pacaembu será o palco a partir das 21h30 para este duelo entre brasileiros e argentinos. Ambos com apenas três pontos, a ordem é vencer para continuar na briga por uma das vagas do grupo. O líder é o time paraguaio do Libertad com oito, seguido dos peruanos do Sporting Cristal com cinco.
Para assumir a segunda colocação, o ameaçado técnico Gilson Kleina teve mais uma péssima notícia. O desfalque do volante Wesley que sentiu a coxa. Ao todo serão dez desfalques: Os zagueiros Henrique e Leandro Amaro, o meia Valdivia e o atacante Maikon Leite, machucados. Vilson, suspenso, e Léo Gago, Rondinelly, Leandro e André Luiz, que não foram inscritos na competição.
O coração do palestrino vai bater forte. O sofrimento será do início ao fim, mas a torcida que canta e vibra, espera não ter que vaiar e brigar no fim. Torce para que dentro do campo, nomes como os de João Denoni, Wendel e Marcelo Oliveira, além de Tiago Real, Ronny e Patrick Vieira dêem conta do recado e façam de tudo para conquistarem os três pontos.
Nesta obrigação de serem feras e principalmente equilibrados pelas circunstâncias, o Verdão entra em campo provavelmente com a seguinte formação: Fernando Prass; Weldinho, Maurício Ramos, Marcos Vinícius e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Souza e Patrick Vieira (Ronny); Vinícius e Caio.
Boa sorte ao Palmeiras e até a próxima!