segunda-feira, 29 de abril de 2013

PAULISTA, PAULISTINHA, PAULISTÃO - Por Rodrigo Curty

Após longas 19 rodadas, pouca emoção, entusiasmo e ingresso caro, o torcedor do considerado por muitos como o melhor regional, finalmente terá o que comemorar. Neste final de semana foram definidas as duas semifinais do campeonato Paulista Chevrolet de 2013. 
O Paulistinha que não empolga nem os mais fanáticos, está na fase mediana da competição. 
O Santos teve pela frente o Palmeiras. O clássico terminou empatado por 1x1, e foi decidido nas penalidades, com vitória do Peixe por 4x2. O adversário santista será o Mogi Mirim, que mostra que não foi à toa que chegou a segunda colocação na classificação geral. O Sapão goleou o Botafogo, de Ribeirão Preto por 6x0, a maior goleada do torneio 2013.
Tudo leva a crer que o duelo, por mais que não venha parecer será equilibrado. A chance do Mogi reviver os tempos áureos de Rivaldo, Leto, Valber e cia é uma realidade, já o Santos busca definitivamente à afirmação. Falta algo a mais nos comandados de Muricy Ramalho. Montillo não consegue ser o mesmo dos tempos de Cruzeiro, Neymar brilha, mas está longe daquele que a torcida espera. O destaque é Cícero que mostra crescimento a cada rodada. Jogo equilibrado.
Já os outros dois grandes e considerados favoritos também avançaram. O Corinthians que atropelou a então sensação Ponte Preta, em Campinas por 4x0 terá o São Paulo, que passou sufoco para passar pela estreante Penapolense, por 1x0, gol contra, em pleno Morumbi.
A expectativa é de um duelo daqueles inesquecíveis e que ao mesmo tempo trará problema, principalmente ao tricolor que não vai ter descanso em sua jornada de paulista e libertadores. Nesta semana o duelo com o Galo será em casa, mas na semana que vem a decisão é no Independência, Belo Horizonte. O Timão, por sua vez viaja para Buenos Aires para medir forças contra o conturbado Boca Jrs, que não vence uma partida há dez rodadas, recorde na história do clube, porém encara a partida de volta, em São Paulo apenas no dia 15.
Independente de qualquer vantagem ou não, o fato é que a última partida está engasgada nos tricolores. Vejo os comandados de Tite com mínima vantagem, mas apenas pelo fato de terem opções para posições importantes em jogos decisivos como o meio e ataque.  É aguardar para ver quem avança na decisão e que no fim levantará a taça do Paulistão.
Até a próxima!