segunda-feira, 8 de abril de 2013

SUBIDA, DESCIDA E NOVIDADES DOS ESTADUAIS - Por Rodrigo Curty


O final de semana apresentou muitas surpresas, decepções e expectativas pelos estaduais. Confira alguns dos destaques.
Em São Paulo, o tricolor continua líder e sobrando no torneio, após a vitória de 3x1 sobre o Botafogo de Ribeirão Preto. Algumas peças novas e ânimo renovado para a preparação do jogo da vida contra o Atlético MG na semana que vem.
E quem diria, o Palmeiras é definitivamente outro, após a humilhante derrota para o Mirassol. Os comandados de Gilson Kleina passaram e bem pela a então invicta Ponte Preta, em Campinas por 2x1. O time está longe de ser uma potência, mas a maturidade que faltava para alguns jogadores começa a surgir.
O Corinthians também fez bem sua parte e passou pelo São Bernardo por 2x0. Jogo relativamente tranquilo e importante para dar ritmo a outras peças comandadas por Tite.
Já no Rio de Janeiro, a dupla Flamengo e Vasco deram adeus as semifinais da Taça Rio. Tudo porque o Fluminense venceu o Resende por 2x0 e Botafogo atropelou o Olaria por 3x0. O Mengão empatou em 1x1 com o Duque de Caxias. Mesmo prejudicado pela arbitragem, o sinal de alerta está ligado e a paciência do torcedor se esgota a cada rodada. Calma rubro-negro que a tensão deve durar a temporada inteira. Já o Cruzmaltino voltou a vencer. Em São Januário debaixo de muitos protestos, presidente ausente e preocupação com a temporada, vitória de 2x1 sobre o Friburguense. Contratar é necessário, mas a questão financeira pesa demais no momento.
Em Minas, o Galo segue a todo vapor. Mesmo com um time reserva, os comandados de Cuca golearam o Boa Esporte por 4x0. O rival Cruzeiro fez o clássico contra o América MG e atropelou. 4x1.
No Sul, destaque para a derrota do Inter e perda da invencibilidade de Dunga no comando. Derrota para o Veranópolis por 1x0.
E na Bahia? Pois é o Ba-Vi voltou a sua casa. O Arena Fonte Nova foi entregue e apesar de problemas para compra de ingressos, vazamento nos banheiros, enfim, o baiano pode comemorar, principalmente os rubro-negros. O Negô arrepiou o tricolor. 5x1 fora o baile. Agora é aguardar a revanche.
Até a próxima!