sábado, 25 de maio de 2013

UM JUSTO PENTACAMPEONATO - Por Rodrigo Curty

E a final da Copa dos Campeões da Europa foi eletrizante. A Alemanha com certeza está orgulhosa de seus dois finalistas. Tanto Bayern de Munique quanto Borussia Dortmund mereciam esse título. O primeiro elinou nada mais nada menos do badalado, porém para muitos o desgastado Barcelona. O segundo tirou da frente o maior vencedor da competição, o Real Madrid.
O Bayern sem sombra de dúvida é um time mais técnico, equilibrado e experiente. Mas, o Borussia é valente, vibrante e corajoso.
A partida foi bem equilibrada. Ora um ora outro melhor no duelo que teve a vitória do campeão da Bundesliga por 2x1 apenas aos 44' da etapa final, um teste para cardíaco nenhum botar defeito. O gol da quinta conquista foi marcado por Arjen Robben, o craque holandês que vivia com a sina de ser vice e de tremer quando a corda apertava. Fora duas finais perdidas em três anos, uma hora isso tinha que acabar.
Se já não bastasse a bela partida do camisa 10, o golaço, Robben foi de forna justa eleito pela Uefa o melhor em campo. Participou do lance do primeiro gol marcado pelo croata Mandzukic.
Agora o clube alemão, que conta com outros craques e os brasileiros Dante, que errou no gol de empate, mas está muito bem na zaga e Luiz Gustavo, é o terceiro maior vencedor da Champions League. Foi a quinta conquista, se igualando ao inglês do Liverpool. Apenas Milan com sete e Real Madrid com 9 orelhudas mandam mais que essa potência que se reestruturou há dez anos. 
Agora é comemorar a bela temporada, se reforçar, se é que precisa e aguardar para buscar mais um título mundial. 
Vale a pena Atlético MG e Fluminense, os dois clubes brasileiros ainda na Copa Libertadores se atentarem, em caso de um possível confronto no final do ano em Marrocos. Não será nada fácil parar o Bayern.
Parabéns a Alemanha que promete conquistar ainda mais o mundo nos próximos anos. Olho neles na Copa do Mundo.
Até a próxima!