quinta-feira, 13 de junho de 2013

O MELHOR DOS TRICOLORES - Por Rodrigo Curty

E a rodada isolada do Brasileirão teve em campo três tricolores, um rubro-verde e dois alvinegros.No duelo de preto e branco melhor para o Santos que conseguiu a sua primeira vitória. O placar de 1x0 sobre o badalado, porém apático Atlético MG foi bastante comemorado. A pausa para a Copa das confederações promete ser quente na Vila, afinal um treinador está bem próximo de um acerto. No Galo, o período de folga servirá para relaxar e depois preparar o emocional e físico para as semifinais da Copa Libertadores contra os argentinos do Newell's Old Boys.
Em relação aos tricolores, o então melhor time por pontos perdidos Fluminense foi surpreendido e acabou derrotado pela regular Portuguesa, no Canindé por 2x1. Apesar de ter perdido a chance de dormir na liderança nesta pausa, Abel Braga confia em grande voo de sua equipe no retorno. O Brasileirão já nos provou que elenco forte e banco equilibrado em todas as posições são fundamentais para um sucesso, e isso o time carioca tem de sobra.
Na Arena Grêmio o cenário antes da partida prometia uma partida tensa, pegada e estudada, e foi exatamente o que se viu. Muitas faltas, jogadas sem qualidade. Do lado do tricolor gaúcho, Luxemburgo entrou na corda bamba, assim como Ney Franco pelo lado paulista. No tricolor da capital da garoa, Luis Fabiano criou polêmica, deixou claro o interesse em deixar o clube e se invocou com companheiros como o meia Maicon. Enfim, o jogador apesar de ter vivido fases conturbadas ultimamente, ter lidado com lesões, broncas da torcida que ora o ama, ora o odeia faz a diferença tecnicamente. O Fabuloso obrigou o goleiro Dida a se consagrar em dois momentos e deixou a sua marca no empate de 1x1 que teve sabor de derrota, já que o gol de Kleber veio no final da partida. Coisas do futebol. 
Hoje não se sabe o que será destas equipes, apenas o tempo irá dizer, o fato é que se o São Paulo perder LF9 será bem ruim para o restante do torneio. Já o Grêmio banca Luxa que aparentemente perdeu um pouco o respeito de todos, mas tem potencial e pode ir longe se houver atitude do grupo e apoio da torcida.
O Fluminense é o mais regular, completo e equilibrado, mas não é bom contar apenas com isso.
É aguardar para ver o que vai dar. Enquanto o torneio para para o recesso da Copa das Confederações, o negócio é aproveitar e analisar o time do Brasil que ainda não existe, mas que tem uma espinha dorsal que pode surpreender.
Até a próxima!