quinta-feira, 4 de julho de 2013

O FATOR INDEPENDÊNCIA - Por Rodrigo Curty

As semifinais da Taça Libertadores foi favorável para as duas equipes que jogaram a primeira partida em casa. O tradicional Olímpia (Par) passou pelo Independiente de Santa Fé (Col). A vitória de 2x0 praticamente coloca o tricampeão do torneio em mais uma final, mas a altitude e vibração dos colombianos merecem respeito. Promessa de jogo bastante pegado.
O mesmo pode se esperar da outra semifinal entre Atlético MG e Newell's Old Boys. Ontem, no Parque Independência, a equipe argentina dominou praticamente os 90'. Muita pressão desde o início contra um Galo aquém das expectativas. É bem verdade que a equipe brasileira sofreu principalmente com os desfalques na zaga. Gilberto Silva até que foi bem, mas Rafael Marques esteve bem nervoso, fora isso as jogadas de bola parada quando a corda aperta não surtiram efeito sem Leonardo Silva e Réver. Ronaldinho Gaúcho sentiu a parada para a Copa das Confederações, aliás quase o time todo. Victor foi bem, as laterais eram avenidas, o meio sem criatividade e o ataque com oscilações. Cuca não conseguiu como em outras partidas mudar a postura com as alterações.
Do lado rubro-negro o que se viu foi um time com ritmo de jogo, uma vez que o Clausura não parou. Sem marcar gols em seu estádio desde às oitavas-de-final, é óbvio afirmar que o placar de 2x0 conquistado é uma grande vantagem, mas não se pode esquecer da força que o Galo tem em sua casa, o também Independência.
Lá a equipe mineira não perde há 50 jogos. Foram 40 vitórias e 10 empates, 122 gols marcados e apenas 37 sofridos. Então não podemos duvidar da inédita classificação do Galo à final. Reverter o placar não é algo impossível, porém por se tratar de um time argentino, e do momento vivido pelos experientes Heinze e Maxi Rodrigues, além do belo futebol de Ignacio "Nacho" Martín Scocco o sonho fica distante. Ninguém ganha de véspera, mas as chances do "Lepra" avançar para sua terceira final são enormes. Se em 88 e 92, o time titubeou, dizem que se avançar será o campeão. Será?
Até a próxima!